Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

8ª Mostra de filmes de montanha e um pouco de espiritualidade!

Oi pessoal,
Quem quiser participar da mostra de filmes de montanha que acontece de 22 a 26 de outubro, no Rio de Janeiro, já pode ser inscrever pelo site www.filmesdemontanha.com.br, até o dia 29 de agosto, gratuitamente.

Cineastas e esportistas terão a oportunidade de exibir seus curtas e médias-metragens e os selecionados irão concorrer ao Troféu Corcovado, além das categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Fotografia e Melhor Trilha Sonora.

Criada em 2004, a exibição dos trabalhos tem por objetivo dar espaço aos filmes nacionais relacionados ao esporte, natureza e cultura. Para este ano, a expectativa é de cerca 40 inscrições de todo o Brasil.

A apresentação terá sessões gratuitas para jovens da rede pública, escoteiros e bandeirantes; além de oferecer oficinas de fotografia, cinema e palestras com esportistas consagrados. O espaço terá o lançamento de um livro e exposição de fotografias relacionadas ao tema.

Falando sobre filmes de montanha, a análise sobre o que ocorreu com as vítimas do K2 encurraladas pela avalanche do último dia 31 de julho renderia mais um roteiro bem trágico. Confira a interpretação de Waldemar Niclevicz sobre o acidente em www.webventure.com.br.

ESsa nossa sede em escalar montanhas é, sem dúvida, uma forma de superação que envolve o risco de vida, mas é uma forma, mesmo que inconsciente, de buscar a espiritualidade. O que nos leva a escolher e enfrentar movimentos de risco durante nosso caminho, cada qual com um limite individual, não deixa de ser a busca pela felicidade, pelo estado de nirvana.
De certa forma, serve de alento pensar que, apesar da agonia de perceber que o trecho para estas pessoas chegou a 'um fim', (às vezes, não precisamos morrer para perceber que acabou), está a beleza do caminho percorrido até então.

E nessa hora, o desapego material seria um bom caminho para transcender e aceitar o destino? Dual isso não é mesmo?, já que precisamos de dim dim para chegar até o Nepal, para morar, para viver...e ainda por cima, muuitos vivem a incerteza de um recomeço do outro lado. Porém, com toda certeza, essência é essência.

Cito aqui um trecho do site da psicóloga Adriana Rosa, baseado na filosofia budista, para nos fazer transcender um pouquinho: "'Quanto mais a pessoa caminha em direção à espiritualidade, mais encontra a tranquilidade.' A arte, a música e a poesia são formas do pensamento criativo se manifestar e assim, nos levar a lugares distantes dessa nossa REALIDADE material e dual. Quando temos a sensação de amar incondicionalmente, tudo fica mais simples, claro, o estado de presença aumenta, não julgamos, estamos livres de condicionamentos, e podemos amar 'sem condições'. E você, aonde está agora?".
www.adrianarosa.com.br

Música para nós e bóoora escalar!

Nenhum comentário:

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget