Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Alimentação e labirinto de informações! (ou falta delas!)

"Nooossa! Você deve comer muito pouco né?" - Frase típica dirigida a mim algumas vezes por amigas e conhecidas!
Nestes casos, normalmente eu respondo: "Para mim, como mais do que o suficiente."
É claro que a resposta não limita-se a isso, e acabo comentando que obedeço àquele beabá sobre nutrição inteligente, procurando me alimentar de 3 em 3 horas para manter o metabolismo ativo.

Isso funciona realmente bem comigo hoje. Cá pra nós, já errei bastante com relação à alimentação. Quando tinha meus 19 aninhos de idade, almoçava pouco e jantava menos ainda. Não tinha noção da importância de uma alimentação adequada (e não sabia o quão mais gostoso seria!). Pão de queijo era meu delicioso jantar habitual, afinal, eu ainda era magrela e estava começando a escalar (48 kilos e 1,70 de altura).

Eis que, um belo dia, senti umas tonturas e o doutor diagnosticou: "Hum, pode ser labirintite." Pensei: "Mas que raio de labirinto é esse?" Minha relação mais intensa com ele havia sido no clássico filme para meninos e meninas "Labirinto" com o David Bowie! hahaha!

É realmente fácil achar que estamos perdidos quando a falta de energia manifesta-se aliada à tontura e à sensação de que vamos desmaiar!
A essa 'altura', fui encaminhada para uns exames básicos, entre eles o de curva glicêmica!!!

Hahaha... Eu estava meio perdidinha sim, mas era na minha ignorância e/ou na minha inocência, pois graças àquela alimentação, digamos, 'jovial, eu estava completamente hipoglicêmica!

Acredito que a escalada me ajudou em boa hora a enxergar essa carência, pois a alimentação estava diretamente relacionada à performance, e não somente a um corpo bonito. Apesar de ter sido muito estimulada pelo meu pai a praticar esportes desde pequena, não existia muita preocupação com a comida. Comer pouco e errado até mantinha um corpo esguio para minha idade, mas não me permitiu evoluir fisicamente quando eu almejei. Logo, a paixão pela escalada foi uma forma de perceber certas carências nutricionais e ir atrás de conhecimento.

Hoje, normalmente meu prato é bem servido e colorido... TEm de tudo um pouco, com enfase à saladas, carboidratos integrais e alguma proteinazinha! Meu peso varia entre 54 e 55 Kilos há uns 10 anos, salvo, é claro, na gravidez, onde cheguei a 62.

Outra coisa que descobri lendo e conversando com amigos nutricionistas é que, para repormos uma hora de exercício, necessitamos de 30 gramas de carboidrato logo após a prática.

Apesar de me interessar bastante sobre tudo relacionado à alimentação para performance esportiva e qualidade de vida, não sou nutricionista e não posso me aprofundar no assunto. Porém, posso falar o que funciona para mim como escaladora.

Para quem quiser um acompanhamento nutricional, direcionado ou não à escalada, indico visitar o novo site do Cesinha, que além de campeão brasileiro, é nutricionista com algumas especializações:
www.cnutre.com.br

Como educadora física e apaixonada por esportes, não vejo outra forma de manter a qualidade de vida, o bem-estar e um corpo bonito, se não for através da associação de atividade física com alimentação balanceada.... Assunto batido, eu sei, mas é bom lembrarmos diariamente!

Resumindo : Comer de 3 em 3 horas, com reposição dos nutrientes adequados conforme o volume e especificidade do exercício.

Pra finalizar, após o treino, concedo a mim um docinho (de vez em quando), afinal, ninguém é de ferro!
Não sou muito doceira não. Gosto mesmo é de uma massa, pizza, pão de queijo e pães de todos os tipos, mas sei que a ingestão de doce logo após o treino é menos criminosa, já que a absorção desse carboidrato simples é rapidamente realizada pelo músculo. Resumindo, logo após o trabalho muscular, o açucar não vai direto pras 'banhas', hehe!!! Tô maomenos certa, né nutricionista?

Sem esquecer, é claro, da proteína umas duas horas depois, no jantar! Omelete, queijo branco, salmão são minhas opções preferidas! E quem disse que peixe com vinho tinto não combina??? Eu boicoto essa etiqueta quase toda semana, hehe!!!

E já que falei em inocência quanto à alimentação e na piração da labirintite, aí vai um trecho do filme que é ainda mais viagem que tudo isso - Labirinto!
Pra completar, a atriz Jennifer Connelly come uma fruta encantada que a leva direto a David Bowie! e ao tema "As the world falls down!!"
Duendes e magia da boa, como diria Ciça Guimarães, direto do túnel do tempo! (hahaha, foi meio brega, eu sei!)


Não interessa a idade, estamos sempre aprendendo!

Boa viagem e escalada a todos!

beijos,
Janine

Nenhum comentário:

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget