Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

domingo, 19 de outubro de 2008

Champagne aos brasileiros e europeus!

Salut amis!

Paris recebeu a nata da escalada européia, pra não dizer mundial, já que os campeões do mundo estão todos concentrados na Europa.
SEndo assim, um campeonato europeu segue o mesmo nível de uma copa do mundo, e seu título tem enorme valor.

Antes de ser campeão do mundo (como Patxi Usobiaga no masculino de dificuldade), todo atleta almeja ser campeão continental, título que o próprio Patxi ainda não havia conquistado até este ano.

Após assumir essa meta, o 'tio' conseguiu a medalha de ouro e estará nos world games ao lado da jovem Joahnna Ernst no feminino, representando o continente europeu em dificuldade.

Costumo falar muito mais do circuito de dificuldade, já que assumidamente, sou apaixonada por essa modalidade, e, durante minhas viagens, acabo tendo mais contatos com atletas que se focam em vias.

Porém, gosto de fazer força nos boulderecos também, apesar dos medos de quedas altas (após algumas boas lesões caindo de mal jeito no crash-pad). No boulder europeu, o francês Jerome Meyer venceu em casa, ao lado da pequenina e admirável Natalija Gros, austríaca que ficou em 4º em dificuldade.

Sem dúvida, a prática do boulder, além de ser muito divertida, proporciona explosão e força, importantes na hora da realização do crux em uma via.

Após treino, trabalho e realização de um sonho, seja ele um título continental, uma via no Baú, uma caminhada, um trabalho finalizado, um emprego conquistado, uma viagem a um lugar novo, ou tantos outros desejos que acomentem cada um de nós, nada melhor do que uma comemoração com amigos!

Por isso, agradeço à APEE e CBME pela comemoração nesta sexta feira na Casa de Pedra, regada à champagne e sensibilidade!!! Chique no úuurtimo!

Na verdade, a vida com saúde já é uma boa razão para comemorarmos, não é mesmo?

E falando em saúde e sensação, eis uma boa oportunidade para comentar (finalmente) sobre o filme "Ensaio sobre a cegueira" que explora profundamente o valor dessas duas palavras.

Ce-guei-ra, segundo o dicionário, é o ato de não enxergar. Para muitos, uma forma de descobrir a verdadeira identidade da alma.

A produção já está em cartaz há algum tempo no circuito paulista, e, para mim, é de arrepiar.
Uma adaptação da obra literária de José Saramago com cenas rodadas no minhocão, no centro e na nova ponte suspensa da cidade de São Paulo! Pra completar, Alice Braga e Gael Garcia Bernal no elenco! Fernando Meirelles mandou bem denovo!

beijos!

Um comentário:

Caio Gomes. disse...

Irado Jan, texto muito bem redigido! Parabens à todos, a galera do Brasil tá fazendo bonito. Beijos e boas escaladas!

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget