Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Naturalmente...

Após um período out, fui escalar os boulders de hallowenn na Casa de Pedra! Os organizadores modelaram até um módulo em formato de caixão,,, viiixe... bem legal!

Mais uma vez, o descanso físico e mental mostrou seu valor na retomada do desejo pela escalada, acabando com aquela sensação de obrigação em estar ali, treinando...

A meu ver, quando um prazer vira obrigação, não quer dizer, obrigatoriamente, que a paixão acabou e sim, que o formato deve ser revisto.

Essa sensação de naturalidade pode ser mantida em muitos aspectos da vida... A minha forma de manter isso é buscar refletir e, na medida possível, encontrar uma janela para isso sem afetar muito o conjunto todo... Alguns sábios chamam esse período de meditação, outros de fuga, outros de 'nega' anti-social, e por aí vai...

De qualquer forma, respeitarmos a nós mesmos para, consequentemente, respeitarmos o mundo é fundamental... Sem atuações, sem provações. Caso contrário, o descontentamento vira uma bola de neve e afeta tudo em volta. E mais cedo ou mais tarde, acaba afetando a nossa escalada.

Nessa hora, quero correr rapidinho para o Baú, brincar em uma via longa e facinha, me largar em uma cachoeira e caminhar com um mochilão nas costas...

SEmpre me dedico às coisas por prazer, e treinar e ver os resultados sempre me proporcionou muito prazer. Porém, a rotina acaba cansando, por isso a importÂncia de escalar em rocha ou sair do ambiente da academia no final de semana.

De alguma forma, acreditando que existe muita coisa 'entre o céu e a terra', consegui atuar no campeonato centro-sulamericano, venci e conquistei minha janela de bom tempo para o descanso merecido.

Ligado a essa coisa de atuar, li na última semana uma entrevista com a escritora e roteirista Fernanda Young - apresentadora cool dos programas Saia Justa e Irritando Fernanda Young, nas páginas amarelas da Veja. Entre muitas coisas despudoradas e sem hipocrisia, a escritora fala sobre o descobrimento de seu valor como mãe e mulher, sem atuar, agindo naturalmente... Acho ela ótima, assim como toda a tchurma feminina do 'Saia Justa', um dos poucos programas televisivos que me prendem.

A entrevista vale muito a pena, no mínimo, para dar muita risada, pois não tem 'nhenhenhém', como ela mesmo diz.

Fora esse tipo de leitura, andei fuçando em trailers de filmes, buscando imagens sobre cachoeiras, lugares inóspitos, points para prática de trekking, canoagem e rafting... Nessas navegadas, achei o trailer de mais um filminho muuuito bão que rolou no Banff!!! O In-flux!

Ai que delícia! Olha aí!


Em tempo, parabéns aos atletas mineiros Elisa e Juan Ouriques que venceram a 1ª etapa do mineiro de escalada no último sábado.

Organizadores de eventos, mandem os resultados para o meu e-mail para publicação aqui e no webventure.

beijos e muita energia!
´

Nenhum comentário:

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget