Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Férias....

Galera!

Após uma rápida escalada na CP Perdizes neste último sábado, segui para o litoral para curtir um dolce far niente!
Aproveito a hora para questionar se as vias de lá estão uma pancada ou eu estou fora de forma por causa dos abusos natalinos e sociais?...
O comentário é geral! Parece até que todo mundo exagerou nas festas e no peru de final de ano!

Neste embalo, respondo à pergunta de algumas pessoas sobre temporada de descanso da escalada:
Sim, tiro o final do mês de dezembro e o mês de janeiro para dar um tempo às articulações dos dedos das mãos e escalar 'for fun'. É uma época em que não sigo planilhas, páro de treinar e aproveito mais coisas boas da vida.

Nunca fiquei, na verdade, mais de 4 meses sem escalar... E quando parei 'tooodo' esse tempo, foi descanso forçado por alguma torção em alguma queda com lesão grave.
(Claro que se eu machucava o pé, eu puxava barras aproveitando o gesso como lastro, e se eu machucava braço, dedo ou alguma região do tronco, arrumava um jeito de me mexer, caminhar, etc...)

Nem mesmo na gravidez eu parei...(como já disse outras vezes, com aprovação do gineco). Após o nascimento da pimpolha, inclusive, ele me liberou para correr e escalar antes mesmo de cumprir a 'quarentena'... (Não! Meu 'doctor' não é louco e eu indico!)

Em 2008, tão pouco, segui planilha de treinamento... Em parte, fiquei desmotivada por falta de patrocínio... Escalei somente por paixão no último ano e gostei!

Patrocínio, aliás, é uma palavra que tenho medo de falar nos últimos anos... Pensar nisso fora do futebol é ser tachado de louco e sonhador hoje em dia no Brasil!

Só mesmo o São Paulo Futebol Clube para iniciar o ano sem 'patrô' por opção! A proposta da LG não agradou... vejam só vocês!

O hexa-campeão brasileiro também (hahaha) já desistiu, claro, de atingir o patamar de R$ 30 milhões por ano de patrocínio, estipulado antes da crise que assolou as grandes economias do mundo.
Mas o valor proposto ao clube, que recebeu 16 milhões em 2008 da empresa asiática, não foi considerado 'equilibrado'!

Enfim... Desde sempre, a visibilidade está no futebol e as ações das 'empresas futebolísticas' continuam crescendo... Com isso, os outros esportes ficam a ver a bola rolar, ó pá!
Tá tá tá... assuntinho batido, eu sei!

Voltando ao meu campo 'escalafobético', outra razão que não possibiliza sistematizar treinos nessa época são as férias da minha filha, que não tem escola, nem inglês, nem cursos extras para regular os horários!
Sendo assim, eis mais uma boa razão para relaxar e viver a vida simplesmente!

Aproveito para falar mais uma vez sobre alimentação, respondendo à pergunta da Luciana Alves sobre saúde e boa forma:
Ao longo do ano sou mais regrada, mas não me privo de pizza, empanadas, quiches, pipoca, pães (amo integrais, multi-grãos, etc) e aproveito para mandar ver essas delícias logo após o treino quando o metabolismo está acelerado e o músculo está faminto pela reposição desses nutrientes!

Depois de umas duas horas, como alguma proteína e normalmente finalizo com um biscoito ou algum docinho. Assumo que, apesar de comer de tudo, como em quantidades pequenas e sempre que possível, faço uma salada de acompanhamento...
Pra completar, me alimento várias vezes ao dia, o que acaba ajudando a manter a linha.

Além disso, evito frituras... Sou CHATONA mesmo quanto à isso, pois além de tudo, cai mal no meu estômago... Porém, uma lula à doré, coxinha ou pastel de vez em quando, mando feliz e seja o que Deus quiser!
Espero ter ajudado!

Voltando à temporada de férias, ao mesmo tempo que os amigos Pablo e Daiane estão saindo do regime indiano rumo às delícias e escaladas espanholas, que os campeões do circuito mundial engordam até 10 kg nessa época (nada saudável, mas é verdade!), eu aproveito para me jogar em algumas delícias de 'la vita', como os divinos 'petit four' devorados segundo após a foto abaixo ser clicada! hehehe (Atualmente, das 3 na foto, só eu escalo... Dá para perceber pelos braços!)


Mesmo assim, entre um petit four e outro; entre a estrada e a praia; entre livros e textos, sempre encontro vontade de escalar...
(No fundo, não aguento muitos dias sem me exercitar, nem que seja uma nadadinha no mar)...
Quem sabe um dia, na Índia ou por alguma boa razão, eu sossego por mais tempo...


(Acima, Daiananda meditando na Índia - Foto: Pablo Scorza)

Boas escaladas, muitos prazeres, realizações, conquistas e paz a todos!

Nenhum comentário:

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget