Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

terça-feira, 6 de abril de 2010

"Se vira nos 30..."

+ PÁSCOA chuvosa em São Bento do Sapucaí
+ TREINOS DE ESCALADA - Indoor
+ JORDAN ROMERO - 13 anos - Rumo ao Everest
+ ENDURANCE CHALLENGE, Mountain Bear, Nova Iorque
+ PROJETO AMBIENTAL - Himalaia
+ PARQUES NATURAIS - Terceirização de Serviços (PNSO)
-------------------------------------------------------------------------

Após questionar que 'caminho das rochas' tomar neste último feriado de Páscoa, combinei uma escalada na Pedra do Baú e Ana Chata para curtir algumas linhas mais tradicionais no Complexo do Baú.

Como reeniciei este mês um treino planilhado, mirando mais uma vez uma melhor colocação na Copa do Mundo em Chamonix, tenho me dedicado a pelo menos duas horas diárias de resina...

Para isso, durante a semana tenho "me virado nos 30" (essa semana o segundo dígito aumenta... hehe), mesclando corrida, escalada indoor, revisões, filhota, casa, estudo, rolês internéticos, vida social, etc, etc... E minhas postagens por aqui!


Sendo assim, chega o feriado com os amigos e eu quero viajar, escalar em rocha, estar nas montanhas, seja a aventura que for...

'Entonces', a sexta-feira Santa foi ótima pra descansar e viajar sem muita correria...
Pé na estrada e instalados em São Bento do Sapucaí, mais tarde descobrimos que a cidade estava repleta de escaladores... Galerinha de Minas, de Sampa, do sul...

Com isso, as falésias protegidas da chuva como o Setor Corujas (na Pedra da Divisa) e a Falésia dos Olhos precisavam de 'senha' para entrar... hehe

Sendo assim, a viagem foi marcada por muito 'conversê' e bons reencontros com parte da comunidade de escalada presente em São Bento neste feriado chuvoso!

Mas o desejo por movimento e aventura levou eu e minha turma a um passeio noturno, por uma trilha próxima à pousada Rancho Alegre (localizada na estrada que sai de São Bento e vai para a Pedra do Baú) objetivando alcançar o topo do morro e admirar o contorno da Pedra do Baú de um ponto mais alto!

E lá fomos nós... O que começou em uma visita ao lago às 11:30 da noite, terminou em alguma horinhas de caminhada morro acima, morro abaixo...
E com a lua entre as nuvens iluminando o contorno das montanhas, o visual na noite estava maravilhoso!

Para transformar essa ideia (aparentemente de 'jirico') em 'a ideia', o dia seguinte amanheceu chovendo à cântaros...
Foi um dia perfeito para conferir algumas dicas na última edição da revista Aventura e Ação, que traz uma matéria completa sobre os passeios por São Bento do Sapucaí:
http://www.aventuraeacao.com.br

E assim, aproveitamos para repetir a truta com farofa de banana ao pé da Ana Chata, na Estrada do Paiol! Sempre incrível, com atendimento impecável!

Porém, como dois dias sem escalar são suficientes para me deixar 'subindo pelas paredes' em meus interior, corremos atrás de um bom muro artificial forrado de agarras protegidas da chuva para externizar essa ânsia!

Terapia concluída e de volta ao trabalho em Sampa, li sobre um garoto de 13 anos que nesta primavera, deverá se tornar a pessoa mais jovem a escalar o Everest.
O americando chamado Jordan Romero já escalou até agora 5 cumes em diferentes continentes, buscando concluir seu projeto SETE CUMES.
Entre as montanhas estão:
Mt. Kilimanjaro na África, Mt. Kosciuzko na Austrália, Mt. Elbrus na Europa, Mt. Aconcágua na América do Sul, Mc Kinley na América do Norte e Cartenz Piramid na Oceania.


Após o Everest, Jordan ruma para a Antártica para acrescentar também o Mt. Vinson a seu projeto!
Muita força e garra, boy!
http://www.jordanromero.com/

Ainda sobre viagens e desafios nas montanhas, mas sem grandes altitudes e sem muita neve, vale lembrar que o Endurance Challenge promete uma linda corrida esse ano!
A primeira etapa do desafio acontecerá nos dias 8 e 9 de maio em Mountain Bear, Nova Iorque e quem nos leva é a agência LANDSCAPE em parceria com a THE NORTH FACE BRASIL:
http://www.thenorthface.com.br/endurance/

Aos que buscam viagens de aventura, mas se interessam em mesclá-las a causas ambientais, como problemas de recursos hídricos identificados em diversas comunidades do planeta, a TREEHOUSE em parceria com a MORGADO EXPEDIÇÕES, levará um grupo de pessoas, jovens e adultos interessados em fazer parte de um projeto maravilhoso de melhorias na captação de água em uma pequena comunidade do Himalaia.

A viagem será realizada em uma semana do mês de dezembro e envolve, além da ajuda social (oferecida por cada participante que por dois dias acompanhará o processo de reconstrução do sistema hídrico), o contato com o budismo tibetano, com a cultura local, com caminhadas e acampamentos na belíssima região. Uma experiência inesquecível para todos nós!

Aos interessados sobre o roteiro, requerir mais informações através do email: info@treehouse.com.br

E por aqui no Brasil, as discussões e esclarecimentos sobre formas de manutenção e acesso à parques nacionais continua firme e forte!

É bem legal ver o quanto a comunidade se preocupa em ajudar e opinar para que todos possam usufruir das belezas dos parques nacionais... O trabalho é árduo, e admiro quem participa com opiniões construtivas e ações pró-ativas!

E para jogar uma luz nessa história, aí vai mais um esclarecimento do presidente da Femerj, Bernardo Collares, sobre uma discussão a respeito da cobrança de entrada para alguns parques no Rio de Janeiro, terceirizando alguns serviços como abrigos de montanha, restaurantes, transporte interno, estacionamento.

Entre eles, está o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (onde está localizado o DEDO DE DEUS, que por acaso foi reportagem este final de semana no Esporte Espetacular, TV Globo:
www.casadepedra.com.br/blog)

"O que será cobrado no complexo Dedo de Deus é a entrada do parque, e não uma taxa para escalar essa ou aquela montanha. Ocorrendo a cobrança, o arrecadado não será integralmente revertido para a trilha do Dedo, até porque nao é assim que funciona...
Se você entrar para fazer o Sino (por exemplo), o valor do seu ingresso não vai ser cobrado para a manutenção da trilha do Sino unicamente...

Outra coisa que estou realmente querendo saber é o que a galera entende como "contrapartida" ou "retorno" do parque?

É interessante sabermos o que esperamos do parque para podermos levar essa expectativa a ele....
...Vou tentar contextualizar....
(Muitos escaladores e apaixonados por montanhismo almejam e dizem que pagariam para poder entrar em um parque)

Diante do quadro dos nossos parques nos ultimos 10, 15 anos (com alguns fechamentos por problemas de manutenção, etc), sabemos os rumos que as coisas podem tomar... Vimos os rumos que quase tomaram....

Se vc for conversar (por exemplo) com a galera de Minas e perguntar se eles se importariam em pagar para entrar nos parques (ou áreas) onde a escalada é proibida como por exemplo:
- no parque do Sumidouro, na Lapinha, no Itacolomi, nas escaladas do Baú/MG, Gruta de Sete Lagoas, etc...
Tenho certeza que eles ficariam felizes de poder entrar e escalar... mesmo pagando ingresso....

Ou então, se for conversa com o pessoal do Espírito Santo onde em todos os parques estaduais é proibido escalar...
Ou então em Aparados da Serra (no sul), onde é proibida a escalada e nos passeios permitidos é obrigatoria a contratação de um guia local...
Ou então no Paque nacional Foz do Iguaçu, onde para fazer qualquer atividade você tem que pagar (além do ingresso) para a empresa que explora aquela atividade e obrigatoriamente contratar um guia dela...
Ou... ou.. ou...

Certamente toda essa galera ficaria bem feliz se pagasse somente o ingresso e pudesse fazer sua atividade...

Se hoje o Brasil todo nao é assim, como Foz do Iguaçu, é em funçao da atuação dos montanhistas, através das federações e associações.

E ainda nessa linha da teceirização...

Agora o ICMbio (Instituto Chico Mendes, responsável pelos parques nacionais) está abrindo licitação para teceirizar os parques nacionais.
O modelo ideal (pra eles) seria Foz do Iguaçu, onde a visitação também foi terceirizada.
E, desta forma, a empresa vencedora passa a ser "dona" das trilhas, das vias de escalada e tudo mais que ela levou na licitação. E assim, nesse modelo, para praticar qualquer atividade, a pessoa é obrigada a pagar (além do ingresso), o tal guia...

Temos trabalhado para que isso nao ocorra, e que somente os serviços sejam terceirizados: camping, restaurante, transportes, coisas assim.....

Mas, mesmo com toda nossa mobilização, na apresentaçao feita no BNDES, onde os empresários estavam presentes para escolherem qual serviço iriam tentar participar, de qual parque, la na lista estava a concessão da escalada no Caparao.

Então, diante da possibilidade de tudo virar um "Beto- carreiro", com guias obrigatórios, empresas "donas" das trilhas e vias de escalada, somente pagar ingresso está muito bom....

Lembrando que, em breve o PNT sera pago também, pois nessa onda serão teceirizadas (entre outras coisas) as bilheterias do PNT, PNSO e PNI...

E para quem tiver alguma dúvida com relação à licitaçao das bilheterias, vai abaixo o link com todas as infos sobre a concessão para a operação dos sistemas de cobrança e controle de ingressos, estacionamentos, campings, abrigos de montanha e transporte interno - Parque Nacional da Serra dos Órgãos:
http://www.icmbio.gov.br/ChicoMendes/Editais2010/CC_01_2010_Cobranca_imgresso.pdf

E para completar, na discussão conseguiram cair de pau até no decreto que cria o programa de incentivo ao montanhismo, que é um marco para o montanhismo do Rio de Janeiro... Essa foi forte... menos... menos...
braço,
Bernardo"


Boas escaladas e aventuras a todos!
;-)
Janine

Nenhum comentário:

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget