Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Festas 2011-2012 com sabor Vanilla


Concordo com muitas afirmações que tenho lido e escutado.
Por que tentar ser melhor somente em datas convencionadas ao longo dos séculos como Natal, Páscoa, reveillon, dia das crianças, aniversários, etc?

Todo dia é dia de ser uma pessoa carinhosa e dedicada a nossos ideais, com disciplina para conquistar e manter aquilo que nos faz feliz, mesmo que no meio dessa busca ajam adversidades.
Se não conseguimos isso, é fato que algo está desequilibrado.

2011 foi um ano que me possibilitou manter minha disciplina e meu foco, com saúde, coração em paz, reconhecimentos, oportunidades, bons amigos, viagens e muita escalada...

Como todo mundo, mantive minha luta para ser uma pessoa melhor como mãe, escaladora, profissional, mulher e amiga.

Superações na rocha, no trabalho, campeonato mundial, octacampeonato brasileiro e para finalizar o ano, a realização de um 10a - a via Fullon na Sikadura e, ainda, minha primeira efetiva participação na abertura de mais uma linha esportiva na Falésia dos Olhos, setor de escalada a 30 km de minha segunda casa na cidade de São Bento do Sapucaí.

A sacada para esta nova linha batizada como 'Vanilla Dura' surgiu quando meu companheiro Massa descia de outra nova extensão da falésia - a via  'Pesadelo de Ícaro' - 9b (2ª parte da via Sonho de Ícaro - 7b), que até o mês passado só havia sido realizada em artificial e foi liberada pela primeira vez pelo escalador Edu Felício.

Após o First Ascent (FA)  da "Pesadelo", o escalador Edu sikou as agarras amenizando um pouco o pesadelo  das agarras quebradiças...rs...

Valeu Edu, a via ficou incrível! Tensão corporal a muerrrte!!!

Posteriormente, emendamos a via Vanila Fácil  também na Pesadelo de Ìcaro, dificultando um pouco mais a escalada.

E foi aí que o escalador Massa fitou a possibilidade de abrirmos mais uma extensão à direita da Pesadelo de Ícaro, fazendo o reconhecimento de cima, traçando a linha e  iniciando o trabalho para conquista da via, com a ajuda do escalador Pardal.

A via foi batizada de Vanilla Dura, pois inicia-se na Vanilla Fácil (8b) por onde seguimos até seu último crux e antes de contiuar a escalada para o final em comum com a Sonho de Ìcaro, seguimos para a direita por um batente, em direção à primeira chapa Vanilla Dura.

Nos dias pré-natais, após auxiliar na abertura da via,  repeti a cadena da Vanilla Fácil e segui para experimentar os movimentos dessa variante!

Com uma super vibe da galera na base,  fazendo uso de muuuuito magnésio da 4 climb, lutando lance a lance para descobrir formas de ultrapassar os cruxs sem cair, fiz o First Ascent da Vanilla Dura!

A extensão ficou espetacular... Creio que é uma das mais lindas dos Olhos, totalizando quase 30 metros de escalada bem atlética desde o chão.

Valeu demais 'Massa' pelo trabalho nesta via e parceira incrível durante mais este ano! D+

Valeu brother, Ale Cardoso, pelo empenho e fotos na via Bagulho Ignorante, rendendo a Capa do Calendário Escaladoras do Brasil 2012.


Valeu ainda pelas imagens e momentos maravilhosos na Serra do Cipó, rendendo mais um vídeo de escalada na maravilhosa via Bomba Neném:


Valeu demais toda turma da 90 graus pela energia positiva em todas as trips para rocha e durantes os treinos indoor este ano.

Cada um de nós sabe quais os cruxs vencidos para desfrutar de cada conquista. Todas requerem escolhas, investimento, tempo, dedicação, disciplina, mas com certeza o mais legal não é o resultado final e sim cada dia vivido.

Valeu  THE NORTH FACE - http://www.thenorthface.com.br/, que fez parte também do meu Natal 2011, em mais um ano de parceria com muita admiração e respeito de ambas as partes.

Muitas chaminés, tetos, negativos, caminhos reais e plenos para todos nós, carregando nossos 'presentes' da vida, convivendo com os 'por-ras' que fazem parte do processo, superando os cruxs, cada um a seu tempo e a seu gosto!

Um delicioso mix de sabores em 2012 para todos nós...


terça-feira, 29 de novembro de 2011

Octacampeã brasileira

ALGUMAS MATÉRIAS RELACIONADAS:

- Foto acima by Murilo Vargas, clicando os participantes para o site  WEBVENTURE: http://www.webventure.com.br/montanhismo/n/galeria-de-fotos-brasileiro-de-escalada-2011/30910

- Blog da ESPN, por Eliseu Frechou: http://espn.estadao.com.br/eliseufrechou/post/229196_JANINE+CARDOSO+FALA+SOBRE+O+CAMPEONATO+BRASILEIRO+DE+ESCALADA+DE+2011

- Blog da Rokaz:: http://www.rokazblog.blogspot.com/2011/11/rokazblog-entrevista-janine-cardoso.html

- Site Alta Montanha: http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=3160

- Rede Minas - Programa Mais Ação: Link em breve


Energia muito grande dos amigos brazucas no Campeonato Brasileiro 2011 em Belo Horizonte... Foram 3 vias incríiiiveis, à vista, com estilos variados, com o toque de mestre do escalador/ route-setter André 'Belê' Berezoski, que, como sempre,  acertou a mão e fez a alegria dos participantes e do público!
Vlw Belê: http://www.bele.com.br/

Esse foi mais uma ano vivenciando o friozinho na barriga de uma competição nacional, com uma única e decisiva etapa... No meu caso, seria também uma oportunidade de conquistar o octacampeonato brasileiro de escalada....

E ele veio... Veio com muuuita dedicação, amor, muita entrega e com uma 'frieza' que sabe-se lá de que parte do meu ser eu tiro para encarar a  final de um campeonato com mente e corpo firmes...

Sim... a insegurança tenta tomar conta na hora do 'vamos ver'... Lembro exatamente da sensação na hora de escalar a via final de mais esse brasileiro, sabendo que seria uma via desafiadora, principalmente no finalzinho, após realizar sua leitura...

Para completar, nada como contar com uma dose extra de  'frieza' para lidar com aquele conhecido momento, ainda no isolamento, ouvindo o público vibrar com a escalada anterior...

Porém, para domar qualquer 'nervosismo inútil', nada como racionalizar, o que para mim significava recordar que eu havia escalado com uma grande leveza e força uma das vias da semi-final, sendo a única a completar com muita segurança o desafio...

Lembrei ainda que eu havia me preparado e realizado nos últimos meses as vias mais difíceis de minha vida.... encarando todas com muita coragem e serenidade.

Eu estava me sentindo saudável, aquecida, descansada, com a dor de cabeça básica de todo campeonato apertando minhas têmporas, rs, ou seja, tudo seguia 'nos conformes'...

Eu estava no meu devido lugar, com a motivação extra de ter na torcida, ali pertinho de mim, não só o Massa, como minha filha Manu.

Ou seja, essa escalada tinha tudo para ser mais uma escalada plena.

Com isso, acalmei meu coração, tranquilizei minha mente e entrei para fazer o que tinha que ser feito naquele momento... escalar com foco, com tesão, fazendo uso de tudo que eu aprendi até hoje para me conectar e desfrutar da via que se apresentava para mim...

E assim fui,  sentindo-me sólida até a penúltima agarra, com um escorregão de pé rumo à cadena gerado pela pressa em ter que escalar com um tempo limite narrado pelo locutor no último minuto, dominando a mesma agarra que a Thais Makino nessa via.

Na hora, lamentei não ter feito a cadena... De qualquer forma, conforme as regras de desempate,  fiquei em 1º lugar, considerando-se o desempenho na via da semi-final.

Tenho muito a agradecer:

Muito obrigada THE NORTH FACE BRASIL pela parceria durante mais esse ano, me motivando ainda mais para me superar, tanto na rocha, como nas competições: http://www.thenorthface.com.br/blog/?p=4740

Muito obrigada 4 climb pelo trabalho realizado de forma profissional, pelo magnésio de qualidade disponibilizado e pelo incentivo oferecido  ao esporte e atletas: http://www.4climb.com.br/

Muito obrigada ROKAZ, família Ouriques, organizadores e patrocinadores por tornarem real mais esse Campeonato incrível em Belo Horizonte: http://www.rokaz.com.br/

Valeu demais Francine, Fei, Wagninho pela vibe no dia preparatório para o campeonato, com estadia  na Serra do Cipó.
Café da Manhã mais do que perfeito no Espaço Mandalla para energizar rumo às escaladas nesse campeonato brasileiro: http://espacomandalla.blogspot.com/

Valeu demais Thaisinha, guerreira que me ameaça positivamente, que evolui com dignidade e com paixão pela escalada... Vencemos juntas, pois damos a cara para bater ano a ano no Brasil, com respeito e união: http://www.webventure.com.br/comunidade/blog/home/id/78/t/Campeonato+Brasileiro+2011/#5664

Muito obrigada, Massa. Sem dúvida, sua companhia e forma de enxergar e viver a vida me inspiram ainda mais a seguir como guerreira, desfrutando de cada desafio e conquista.

Parabéns Felipinho, 1º  lugar no Máster, Cesinha em 2º e Jean Ouriques em 3º...

Parabéns Michel pela conquista no intermediário! Máster brother indoor e outdoor agora nos perrengues do máster, merecidamente!

Parábéns Mary Lages, Mieko e Goro pelas conquistas inspiradoras nesse brasileiro!
Parabéns também a todas as escaladoras competidoras...Never stop exploring!

Falando em escaladoras, o Calendário Escaladoras do Brasil 2012 foi lançado e está lindo!
https://www.facebook.com/pages/Escaladoras-do-Brasil/193962710689599

Obrigada Ginásio 90 Graus pelo apoio e à vibe de todos que treinam comigo por lá e nas rocha: http://www.90graus.com.br/

Muuito obrigada pelas mensagens e carinho dos amigos no facebook!

Obrigada Loja Casa de Pedra pelo apoio para aquisição de mais uma corda este mês para encarar novos desafios na rocha: http://www.casadepedra.com.br/


Que a felicidade, de alguma forma, assole a todos nós, verdadeiramente, e que os dias mais difíceis sejam encarados da forma mais erguida e digna possível... e que os dias mais bonitos sejam valorizados e lembrados como parte de uma história que valeu a pena, inspirando belos novos dias.

Aos poucos vou tentando me despedir das competições, mas a sensação, seja ganhando, seja perdendo,  é sempre de vitória quando conseguimos fazer o melhor de nós.

E o melhor agora inclui manter o corpo e mente saudáveis e rock climbing!
kmon!




segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Rumo ao Brasileiro de Escalada 2011

+ Repetição da HERÓIS da RESISTÊNCIA rumo à Super
+ Vale de Blair... finalmente! -  Serra do Cipó
+ Coluna 'Evolução na Escalada II' - Site GO OUTSIDE 
+ Premiados do Festival de FILMES de MONTANHA 2011
+ Assembléia da CBME
+ Revista AVENTURA&AÇÃO - Especial Jalapão - nas bancas
----------------------------------------------------------------------------

Olás!

Após a realização da Bagulho Ignorante, andei pensando ainda mais sobre experiência esportiva, sobre as memórias da prática esportiva e principalmente sobre psicologia esportiva.

Juntando aspectos que fazem parte da vida de um atleta apaixonado, escrevi mais um capítulo sobre  'evolução na escalada esportiva' na minha coluna do mês de novembro no site da GO OUTSIDE.

Os feed-backs têm sido muito gratificantes e têm me inspirado também a enxergar minhas fraquezas e virtudes em tudo na vida, já que o caminho para a evolução parte de princípios semelhantes seja qual for a área.... E vale lembrar, que para tudo, é preciso foco para colher frutos...
Confira o texto completo em: http://gooutside.uol.com.br/1069

Sem dúvida alguma, dentro do meu mundo de performance, existe o convívio social integrado à minha rotina de escalada e, com isso, além de me superar, vivencio a oportunidade de presenciar e admirar realizações  de outros escaladores, algo sempre engrandecedor e pleno.

Entre essas realizações, pude conferir este mês a abertura do Espaco Mandalla na Serra do Cipó - pousada/café/bar construído com muito capricho pelos escaladores Francine Borges e Vaguininho, com um dos melhores açais servido pelo administrador do café/bar, o escalador Alexandre Fei.
Mais um cantinho feito por escaladores para escaladores localizado em um ponto estratégico para quem chega ao Cipozin de ônibus: http://espacomandalla.blogspot.com/

Em mais uma visita a este paraíso mineiro, programamos um primeiro dia de escalada na Sala de Justiça para tentar trabalhar a Super Heróis (10a).
Como não tem elevador até lá em cima, há que escalar a Heróis para atingir a Super... Melhor treinamento para fortificar para essa extensão não há, pois sem ter a linha inicial nas mãos, a Super não virá.

Com bastante foco, lance a lance, a Heróis da Resistência saiu novamente, mas a Super estava sendo castigada por um sol bombástico no início do feriado... ótima desculpa para largar mão da sua negatividade final  após 'sentar na corda' lá em cima, com a mente já me puxando para outros objetivos.

Entre eles, estavam outros setores que eu deseja conhece,  como o 'PHODA' e o 'VALE DE BLAIR'.
E lá fomos nós, Bizu, Massa, Sandrinha, Reginho, Patrick, Michel, Alex e Alê Cardoso!

No Phoda, a incrível TATÁRA (8a) me deixou extasiada com sua movimentação final super atlética e o Vale de Blair fez juz à fama de mais um setor maravilhoso para a prática da escalada esportiva na Serra do Cipó.

No Vale, meu foco era a via 'Bomba Neném' (9a), atraída  pela ideia de uma via atlética e de resistência.
Mais uma vez, o Massa prontificou-se a equipá-la ("tudo é treinamento"),  enquanto eu escalava a Silêncio dos Inocentes (8a) e a 'Dez Almas' (8b). 


A Bomba Neném saiu na 2 tentativa  para mim,  após uma mão errada no último crux, na tentativa à vista.... Curti muito essa cadena e no dia seguinte, a realização do Massa  também fez nosso dia...
Registros de algumas cadenas brazucas das últimas semanas em: http://www.8a.nu/

Enquanto isso, no Rio de Janeiro, acontecia a Assembléia da CBME, com a intenção de discutir filiação ao IFSC, formação de guias, nova diretoria, entre outros assuntos e resoluções que serão abertos em breve, assim que a ATA for liberada.

O trabalho continua e torço para que a evolução no âmbito organizacional aconteça para que os atletas fiquem ainda mais motivados no Brasil. Particularmente, gostaria de ajudar para que a escalada esportiva tivesse um up nacional e acredito que a melhor maneira seja com o esclarecimento sobre os benefícios de ser um associado... e que realmente hajam benefícios que motivem a comunidade.

No mesmo final de semana, também no Rio de Janeiro,  a 11ª Mostra de Filmes de Montanha - Banff apresentava os filmes do ano no cine Odeon: http://www.filmesdemontanha.com.br/.

Entre os vitoriosos, na categoria MONTAGEM, ficou o RedBull Psicobloc (no Riacho do Talhado), de André Duck e Wiland Pinsdorf (SP), do qual tive o prazer de participar como atleta graças ao convite do Felipe Dallorto e da Flávia dos Anjos no início de 2012.  Confira um dos trailers dessa produção em: http://vimeo.com/31385847

Ainda aventurando-se por Psicoblocs, o casal Felipe e Flávia realizou um sonho visitando a belíssima Mallorca e escalando em solo suas paredes perfeitas, aproveitando essa visita ao continente europeu para praticar uns Hard Grits na Inglaterra...
Olha aí o vídeo da trip desses guerreiros: http://www.youtube.com/watch?v=UB0cxiOUojk&feature=youtu.be&hd=1

De volta ao Brasil, o melhor filme da Mostra 'Banff'segundo júri oficial foi :Quanta Patagônia, de Guilherme Pahl, Luciana Melo e Marcio Cesar (DF).

Segundo voto popular, TEPUI - Escalada ao Salto Angel, de Edemilson Padilha e Federico Sanz (PR), foi considerado o melhor filme da mostra.


Parabéns a todos pelas aventuras vividas e pelo trabalho na produções cinematográficas.

Falando em Aventura, Imagens e Ação, a edição de Novembro da Revista Aventura&Ação entrou nas bancas essa semana, e tráz um  Especial do DESERTO DO JALAPÃO (Capa) + um relato de viagem com fotos incríveis do CAMPO BASE DO EVEREST + MERGULHO EM FERNANDO DE NORONHA + ENTREVISTA COM LEONARDO BOFF + Birdwatching  e MUITO MAIS ...


Já finalizando a produção e revisão da edição de VIRADA DE ANO da Aventura &Ação, minha 'ação' do próximo final de semana acontece novamente em Minas, desta vez para participar da única etapa do  Campeonato Brasileiro que acontecerá na Rokaz, no  dia 26 de novembro - inscrições abertas em: http://www.rokazblog.blogspot.com/ .

Mais uma boa razão para desfrutar da hospitalidade mineira e tocar pra cima!
Bom demais, sô...


Ótimas escaladas a todos e até lá!

domingo, 30 de outubro de 2011

Bagulho Ignorante - cadena!


Fotos: ALEXANDRE F M CARDOSO
----------------------------------------------------------------------------------
Olá!
Estou muito feliz em poder dividir por aqui a realização dessa maravilhosa via localizada na Pedra do Baú, São Paulo - a Bagulho Ignorante- 9c.

Quando entrei em contato com essa belezura há 11 anos atrás (aberta em 2000 pelo escalador Alê Silva, auxiliado por Ale Cardoso, Igor Epof, Erik Mohr, entre outros escaladores da turma das antigas), eu estava com a cabeça muito mais voltada para a escalada de competição, sem condições de emendar sua sequência de crux.

Hoje, olho para os 2 ou 3 dias de entrada na via na época e compreendo que eu não 'enxergava' a via de maneira completa na ocasião...não estava pronta em diversos aspectos para me conectar a ela.

Para mim, a concretização desta linha era algo distante, fora da minha realidade como escaladora na época, mas é fato que naquele tempo já havia o desejo, a atração, a vontade de tentar.
Nunca pensei que fosse algo impossível para mim, mas pensava que poderia nunca acontecer também.

Além de ser uma via que exige aspectos físicos para realizar uma pequena sequência de força, explosão e tensão corporal, a logística para trabalhá-la não é das mais fáceis se comparada à maior parte das esportivas pelo Brasil.

Para mim, existia ainda um receio nas quedas em seu batente expulsivo - 'agarrão'  lindo e marcante da sequência do crux, mas pior que isso era emendar esse batente no lance dinâmico seguinte ("Bem vinda ao final do crux!")...
E  para complicar tudo, minha mente não me levava rumo a essa realização.

Me sentindo mais preparada mentalmente, com mais bagagem de escalada em rocha adquiridos nos últimos 2 anos  (sem dúvida alguma, graças à cumplicidade com o Massa), lá fomos nós, finalmente, para o Baú nesse mês de outubro.

Além da empolgação em malhar a 'Bagulho', meu irmão e fotógrafo Alê Cardoso estava lá com todo seu aparato profissional para me clicar na via para a Capa do Calendário ESCALADORAS DO BRASIL 2012.

Logo, como diria uma das idealizadoras deste projeto - a escaladora Fernanda Rocha -, a via tinha que ser especial.
Vlw Fê!!! ... De certa forma, seu convite, mais uma vez, me inspirou para esta cadena! 
(No final de 2009, escolhi a Sombras Flutuantes para que o André Portugal me fotografasse para o Calendário 2010 e no 1º semestre de 2011 saiu a cadena!!: http://www.janinecardoso.net/2011/06/serra-do-cipo-com-sombras-flutuantes.html)

Falando em convite,  a Festa de Lançamento do Calendário 2012 acontecerá no dia 25 de novembro, em Belo Horizonte, e a compra de um ingresso vale 1 calendário e 1 drink...


Diferente da história da 'Sombras', escolhida para o Calendário de 2010, o Alê Cardoso clicou a Bagulho para o Calendário 2012 no início de outubro/11 e a  via saiu na visita seguinte ao Baú, no mesmo mês.

Além da produção fotógráfica para o Calendário, minha empolgação no Baú desta vez tinha um outro motivo - finalmente, a apresentação da escalada no Baú ao Massa, escalador totalmente fanático pela escalada esportiva há pouco mais de 2 anos, que, graças a anos de escalada em  alta-montanha, tirou onda guiando a 'Ensaio de Orquestra' - 7b,  finalizando na 'Bravos morrem lutando' - 7c, dividindo as cordadas com o também estreante no Baú, o escalador Julio Bizu Trota Mundo...


Enquanto isso, mais abaixo da face sul do Baú, o Pardal Costa equipava a Bagulho (mandando a via novamente nesse mesmo dia), o Alê Cardoso estava a postos com seu tripé gigante fotografando tudo e eu relembrava a movimentação da via, acompanhada ainda do Renato Passos.

A "Bagulho" não saiu nesse final de semana, mas a diversão, o trabalho e o aprendizado foram determinantes para sua cadena 15 dias depois...

... Desta vez, retornamos ao Baú somente eu e o Massa, em um dia em que a previsão do tempo prometia sol, mas o céu estava nebuloso, com uma instabilidade no ar.

Rapidamente chegamos à arvore da base que leva à Normal do Baú, seguimos por essa linha até seu final, onde montamos um rapel com duas cordas para equipar a Bagulho de cima.
Rapelei, o Massa desceu equipando e na hora de puxar a corda, a bichinha não vinha de jeito nenhum...
"Afff... Faltou 'betar' melhor os detalhes do rapel para a corda não enroscar...", lembrei.

Neste caso de um rapel só pela linha da via (ao invés do básico duplo pela Normal), uma das alternativas é abandonar um cordim em um dos 2 'p´s' , o que alivia bastante o 'arrasto' e mantém a descida fixa em dois pontos.

Sem ninguém para liberar a corda lá de cima, sem outros 'cabra-machos' para ajudar a puxar a corda, sugeri buscar uma 3ª corda, mas não tinha mais ninguém para me ajudar a convencer o Massa a não solar a Normal do Baú...

E lá foi ele, cuidadoso, claro, dividindo o máximo possível de peso e forças em todos os pontos, inaugurando seu primeiro solo 'forçado'.

Após os enroscos da corda resolvidos, lá fomos nós resolver o assunto principal que nos levou até ali  naquele dia - a Bagulho Ignorante.
Desta vez, após aquecer nela, entrei com muita energia para tentar a cadena, escalando desde a árvore e tocando para a via.

Parecia que cada agarra estava em 'alta definição'...Cada formato, cada textura, cada pé, cada costura, cada músculo requerido em cada movimento estava agindo de maneira consciente... Escalada plena!

E eis que chegou o crux que me derrubara nas outras tentantivas. Ali, em poucos segundos pensei: "Putz, minha respiração está mais ofegante do que quando realizei esse lance isoladamente.."

Rapidamente, veio a conclusão óbvia: " Claro que você está mais ofegante agora, pois você está na cadena da Bagulho!!...e a cadena dessa sequência de crux não oferece descanso"...

 Com isso, cresci um pouco mais e o lance saiu sólido!
Aí sim, descansei mais um pouco,  fechei ainda mais a mão, porque eu sabia que ainda dava pra cair....


Segurar na última agarra da Bagulho na cadena, pela primeira vez, foi 'um extase'! Comemorei bastante, ecoando pelo vale meu sentimento de superação...
 Quem se dedica a um projeto próprio em qualquer esporte, pode imaginar bem a sensação... Não existe barreiras, qualquer um pode sentir isso, seja qual for o nível!

Valeu demais pela vibe positiva dos amigos em cada movimento...
Força e motivação a todos nós, utilizando todo erro e acerto para fazer ainda melhor da próxima vez...

bj,
Janine

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Renovação + Brasileirão 2011

Há cerca de  3 anos atrás comecei a escrever por aqui... Pouco a pouco, fui pegando gosto em compartilhar as coisas legais da vida, fui aprendendo melhor sobre esse tipo de comunicação na internet e parcerias bacanas foram acontecendo de forma natural.

Graças a essa iniciativa, abriram-se novos espaços para falar sobre escalada esportiva e viagens de aventura.

Desde então, algumas postagens são compartilhadas no site do Alta Montanha - http://www.altamontanha.com/, em um relacionamento de respeito às semelhanças e diferenças.
Posteriormente, aumentei minha colaboração e consultoria para algumas revistas de viagens e esportes.

Entre elas, sem dúvida,  está a Aventura e Ação -http://blogdaaventuraeacao.blogspot.com/, uma revista nacional com um olhar voltado para destinos de aventura  e belezas naturais pelo mundo, educação ambiental,  sustentabilidade e qualidade de vida, guiada com muito trabalho ao longo dos anos pelo publisher e amigo Ricardo Contel.

Acompanho a revista desde sua 1ª publicação há 13 anos atrás, e considero marcante sua evolução não só na qualidade material e editorial, como principalmente no conteúdo produzido.
Este mês, inclusive, temos em suas páginas nas bancas, não só o Campeonato Mundial de Escalada descrito em um texto para a seção Azimute, como uma matéria sobre 'Mulheres e Montanhas', com destaque para a Serra do Cipó, além de uma entrevista espetacular com Tião Santos, protagonista do filme Lixo Extraordinário.
Muito bacana mesmo!

Paralelamente, com um papel expressivo e marcante no meu universo como atleta de escalada, a  Go Outside - http://gooutside.uol.com.br/  sempre expressou em suas páginas um olhar incrivelmente sensível e antenado sobre as conquistas de diversos atletas brasileiros  em busca de performance esportiva outdoor, com um estilo arrojado em sintonia com a Go Outside gringa... Um show!

Além de entrevistas sobre minha dedicação como atleta da escalada esportiva antes mesmo desse blog ser construído, através dela recebi o Prêmio de Outsider em 2006, e mantém-se firme a afinidade e admiração por sua equipe de profissionais... cada um vivendo à sua maneira, o esporte outdoor com muita gana e busca por superação.

Com respeito à flor da pele pela Go Outside Brasil, produzi minha nova coluna para o site da revista : http://gooutside.uol.com.br/994 .  Navegando pelo blog da revista, você entra em contato com muita informação sobre performance esportiva, pelo Brasil e pelo mundo, através de um grupo de colaboradores formado por atletas de diversas modalidades.

Nessa montanha de esportes outdoor, em 2009 chegou ao mercado brasileiro a THE NORTH FACE - http://www.thenorthface.com.br/ , marca esportiva que sempre apreciei, desde que me iniciei na escalada pelo mundo em 1993.
Desde sua introdução no Brasil,  a THE NORTH FACE me abraçou como atleta, e,  adaptando-se à realidade brasileira, vem  apoiando eventos e atletas de forma profissional.

Outra marca que tem se firmado no cenário da escalada é a 4climb - http://www.4climb.com.br/ , oferecendo não só magnésio de qualidade, como atuando em eventos e ações em pró da escalada esportiva praticada de maneira consciente.

Mais detalhes sobre cada uma dessas relações, entre outras histórias, estão arquivados através de postagens anteriores deste blog, que a partir de hoje, tem uma nova extensão - http://www.janinecardoso.net/ 

O endereço mudou, mas a escritora, a essência, o conteúdo, o ambiente,  o estilo de vida e a intenção continuam exatamente os mesmos.

Mais do que contar sobre vivências e prospectar postagens futuras, atualmente acho ainda mais legal  poder compartilhar com quem 'vem até nossa casa' sobre o que já foi trilhado,  vez ou outra vibrar com o passado e graças a isso, desejar um replay para o futuro, dividir alegrias, falar com mais compreensão sobre sofrimentos vivdos, sobre conquistas, aprendizados, e expor as  'fotos' e os parceiros que fazem parte de cada história.

Outro espaço que reúne de maneira mais resumida e organizada 'por onde andei' é a nova página no facebook: https://www.facebook.com/#!/pages/Janine-Cardoso/246440055395402, com albuns divididos em escalada de competição, escalada em rocha, Mídia, Escaladas e viagens pelo mundo, com a facilidade de indicar de maneira mais dinâmica links e eventos relacionados ao esporte.

Porém, seja com uma morada fixa ou com endereços ambulantes aqui, ali ou acolá, a história e o brilho de cada um de nós permanece bem estampadinho mesmo é 'nas estrelas', se é que você me entende...  não só com palavras, textos ou imagens virtuais, mas  com atitudes que possam gerar lembranças cheias de 'vida' a si mesmo.

E falando em permanência!, lá vou eu novamente para mais um campeonato Brasileiro de Escalada Esportiva este ano...rs...

 Após o 4º ano do Rokaz Bloc (confira resultados e infos em www.rokazblog.blogspot.com/), a academia Rokaz abrigará a única etapa de 2011 do circuito brasileiro de dificuldade, que acontecerá no dia 26 de novembro em Belo Horizonte.
Informações em: http://rokaz.com.br/

E aí, 'sôr', juntou Minas Gerais com vias de escalada à vista + competição +  atletas 'sanguenozóio' + mineirada empolgada +  Festerê de Inauguração do Calendário ESCALADORAS DO BRASIL 2012 (antigo Garotas Dedos Fritos), o que mais podemos querer?...

 ...Uma Confederação Brasileira que represente a Escalada Esportiva com mais força pode ser considerado  um 'bem querer' de alguns atletas da escalada já há algum tempo...

 Para isso, a CBME - http://www.cbme.org.br/, convocou uma Assembléia Geral a realizar-se no dia 12 de novembro, às 14 hs, no Rio de Janeiro, para tratar sobre melhorias para o esporte, filiação ao IFSC, calendário de competições, entre outros assuntos pertinentes à entidade, como Programas de Conservação, Congresso de Montanhismo 2012, formação de guias e  instrutores, eleição de diretoria, balança financeiro, entre outros assuntos.

Falando em Escalada Esportiva e em competição, acontece a partir de hoje mais uma etapa do circuito mundial na Jordânia!
Ao vivo em: http://www.ifsc.tv/

Aqui na América do Sul, os brazucas Felipe Camargo e Cesar Grosso também competem no próximo domingo em um Campeonato de Boulder na Colômbia, a convite da THE NORTH FACE.

E para inspirar e motivar ainda mais a todos nós, aí vai um breve vídeo de mais um projeto de escalada esportiva em rocha do Chris Sharma - Fight or Flight - 15b... "Como un animal..."
Never Stop Exploring!

Chris Sharma on Fight or Flight 15b from DPM CLIMBING on Vimeo.

Kmon no seu projeto também e ótimas escaladas a todos!
Bj e até a próxima,
Janine Cardoso
 - https://www.facebook.com/#!/pages/Janine-Cardoso/246440055395402

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

'Proseando' sobre Escalada Esportiva

Opa!!

Sumba Boulder foi incrível em 'Sumbento' no final de semana passado... muita vibe positiva da comunidade presente, com mais de 120 inscritos curtindo o festival e os boulders na rocha, e 30 atletas participando do desafio!

Sem dúvida nenhuma, "uma grande celebração da escalada"... um evento  feito por escaladores apaixonados, com muito carinho e luta!

Mesmo sem poder competir ainda em boulder por causa da torção que sofri no meio do campeonato em Itamonte, foi uma delícia estar lá!
Entre uma sombrinha e outra, uma proza e outra, muuuitos kmons!

Parabéns Felipinho e Thaisinha! Apavoraram nos desafios!

Estou caminhando, escalando, treinando como sempre,  empolgada com meus projetos em vias, mas por hora está fora de cogitação cair no 'pézito' ainda em recuperação, pelo menos até novembro.

Para ser sincera, o ocorrido tem sido uma bela desculpa para eu focar ainda mais no meu estilo de escalada, desde sempre, pirando nas vias!
Mesmo assim,  eu curto muito um bouldereco 'for fun'  e já estou sentindo falta da brincadeira!

Andei até pensando em me aventurar no Rokaz Bloc, mais um evento de boulder que promete reunir a comunidade no próximo dia 15 de outubro na Rokaz em Belo Horizonte, e conforme as condições do tornozelo, kmon! http://rokazblog.blogspot.com/2011/10/ta-chegando.html

O fato é que fico pensando nas vias que vou deixar de escalar no dia da compe...rsrs... Estou bem empolgada com vias em rocha, sonhando com novos setores e babo quando assisto o Circuito Mundial de dificuldade...
Na última etapa da Copa do Mundo que rolou em Puurs, Bélgica, o austríaco Jakob Schubert deu show mais uma vez e mantém-se firme na liderança, com o japonês Sachi Amna em 2º e Ramonet (campeão mundial em Arco) em 3º.

Já a mulherada está numa disputa boa, com a eslovena Mina Markovic (seca e rasgada!!) liderando com 10 pontos a frente da Koreana Jain Kim, após 3º lugar em Puurs, com prata para Angerla Eiter (campeã em Arco) e vitória na etapa para Jain!

Nesse final de semana, a disputa continua no continente americano nos dias 8 e 9 de outubro, na cidade de Boulder, Colorado, Estados Unidos - http://www.ifsc-climbing.org/index.php?page_name=startlist&comp=1331, depois segue para mais duas etapas - Jordânia e França, ainda em outubro.

As etapas derradeiras rolam em Kranj (Slovênia) e para finalizar, Barcelona (Espanha) recebe os atletas mundiais de 'lead' no final de novembro!
Calendário detalhado em: http://www.ifsc-climbing.org/calendar

Enquanto isso no Brasil, torço para que role alguma etapa do ranking nacional de dificuldade para motivar a comunidade e definirmos uma equipe nacional para o próximo ano.

O trabalho de boa parte da comunidade de escaladores tem sido grande, tanto para organizar eventos, como para treinar, evoluir como atletas e divulgar a escalada como esporte.

Empolgada ao 'prosear' sobre escalada  esportiva e estimular a evolução de quem escala e está a fim de começar a escalar, estreei esta semana uma coluna mensal no Site da Go Outside, revista que sem dúvida faz parte da minha história como escaladora/atleta: http://gooutside.uol.com.br/994

Outra divulgação  falando sobre escaladas que saiu este mês foi para uma revista do Sul - a SUL SPORTS - http://www.sulsports.com.br/site/default.asp?TroncoID=520538&SecaoID=907271&SubsecaoID=0 .
A entrevista está nas páginas da edição 39, já em circulação pelo Sul, em breve no site da revista.

Vamu q vamu,. escalando com paz, sempre!

Hora de colocar o pé na estrada rumo a mais um trabalho em rocha...
Valeu galera! Força nas cadenas e projetos de todos por aí...

Abs,

Nova Página no Facebook: https://www.facebook.com/#!/pages/Janine-Cardoso/246440055395402







segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Climbing Festivals + X Terra Ilha Bela

+ Resultados do Festival em Itamonte
+ Abertura da Temporada de Pernambuco
+ X Terra The North Face
+ Sumba Boulder
+  Petzl Rock Trip
+ Psicobloc em Minas no Esporte Espetacular
+ Novo vídeo do RedBull Psicobloc no Nordeste
 -------------------------------------------------------------------------------
Olá turma!

O mês está recheado de eventos da escalada e nesse mundaréo de festivais, optei por voltar à Itamonte nesse final de semana para conhecer a Falésia do Olho do Gato no sábado de manhã, dar mais um pulinho no BPO durante a tarde (postagem sobre BPO em: http://www.janinecardoso.com/2011/08/bpo-itamonte-climbing-festival.html) e de quebra, no domingo, participar do I Climbing Festival de Itamonte.

Ao lado dos escaladores Massa, Branco e Renato Passos subimos uma bela trilha por 30 minutos rumo ao novo point da região, e lá encontramos o organizador do evento Felipe Guimarães que nos apresentou melhor as conquistas e potencial do lugar.

Minha ideia inicial era apenas ver os 'brothers' escalando, conhecer o 'Olho do Gato' e estar ali com a comunidade, preparando mais um belo cafezinho na base da parede, em um lugar novo.

Contudo, 'num me aguentei sôr' e experimentei 'de leve' uma das poucas vias esportivas abertas no local - a Pérola Negra.

Em um consenso entre os escaladores presentes que experimentaram a via,  concluímos se tratar de um novo 9a/9b, com uma movimentação explosiva no início e movimentos super bonitos em bidedos mais para cima.

O Complexo Olho do Gato está localizado a 1.489 metros, no Bairro Fazenda Velha em Itamonte, MG, em uma propriedade particular, e por enquanto oferece cerca de 15 vias que variam entre o V e X grau.

Durante a trilha para subir à falésia, existem também alguns boulders com base muito boa. O local ainda tem muito a ser explorado e segundo Felipe, muita coisa será finalizada ainda.

No domingão, parte do meu grupo voltou ao BPO, Resende, para malhar mais uma esportivas na sombrinha, e eu parti para o Festival de boulder em Itamonte, após um dedo de prosa pra lá de bom com Dona Carminha, que mais uma vez nos abrigou em sua casa!

Como este foi o primeiro ano de festival de Escalada em Itamonte, a organização vivenciou a ralação que é organizar um campeonato, aprendeu sobre a logística necessária para melhorar um evento que já conta com ótimos parceiros este ano, e assim, poderá se preparar melhor para receber a comunidade no próximo ano, ficando ligados em  prazos para finalização da estrutura da parede e parte técnica do festival.

Parabéns ao casal Taiana e Felipe Guimarães pela inciativa e empolgação.  Foi um grande prazer conhecê-los!!

No corre-corre para finalização do muro, o route-setter Anderson Gouveia trabalhou duro nos boulders para a criançada, um monte delas colocando pressão por 2 horas nos desafios propostos. É muito bacana e especial ver essa turminha reunida e empolgada desse jeito desde cedo!

Posteriormente, foi a vez da categoria máster fazer força por 3 horas do desafio.
E lá estava eu, ao lado de outras escaladoras 'muito sangue nozóio', mais uma vez, encarando a estrada e os boulderecos...hehe ... Valeu meninas!


Os boulders estavam bem bacanas... A meu ver, carentes de uma agarra bônus para medir melhor a ascenção de cada um, sendo um ponto a melhorar para o próximo ano.

Além disso, as condições de segurança para abrigar as quedas, com mais crash-pads potentes,  segundo a organização, também devem melhorar para o próximo ano.

Falando em quedas, após completar à vista um dos boulderes, me preparando para 'desescalar', a última agarra quebrou e eu cai lá de cima inesperadamente....
Felizmente, caí em um crash-pad o mais firme possível na rapidez do 'movimento', mas mesmo assim, senti uma pressão no tornozelo e percebi um pequeno inchaço local ...
Já pensei... "Po%$#*... Isso é boulder..."

Nem metade do festival havia se passado, e eu já estava com um trauma de boulder - pequeno no pé e um pouco maior na mente...

Enquanto praguejava mais um pouco, GELO no tornozelo e voltei para os desafios... Contudo, se eu já tinha receio de cair de boulders justamente por não poder controlar tão bem as quedas como nas vias, imagina depois dessa!

De qualquer forma, escalei até o último segundo do festival que estava super animado pelo DJ Piton Head, sempre ligada em não cair em cima do pé que já estava sofrendo um pouco com as quedas...

Com isso,  fiquei em 2º lugar no desafio, com a vitória merecida da Luana Riscado do Rio de Janeiro.

A outra veterana e monstrinha dos boulderes no Brasil, Thais Makino, não participou do Climbing Festival em Itamonte nem do SP Open de Boulder, ambos realizados este final de semana, devido a uma pequena cirurgia no pé.

Enquanto isso, em Sampa, sua irmã Ana Luiza Makino levou o 1º lugar no feminino. No Masculino, Felipinho apavorou!

Já em Itamonte,  após ter vencido o SP Open de Boulder no dia anterior com grande folga (confira colocação geral do evento em: http://www.apee.com.br/), o escalador Felipe Camargo conquistou o 2º lugar no I Climbing Festival de Itamonte, que teve a vitória suada do mineiro Jean Ouriques.
Stefano 'Ligeirinho' Mastrocola ficou em 3º lugar, sempre lançando uma super vibe e uma segurança de corpo enquanto eu escalava!!! Vlw Liger!!
Colocação completa do Climbing Festival em: http://www.picus.com.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=29&Itemid=49

ABERTURA DA TEMPORADA DE MONTANHISMO - PERNAMBUCO
Mais um desafio que destaco este mês, é a Abertura da Temporada de Montanhismo de Pernambuco, que acontece no próximo final de semana (24 e 25/set), na cidade de Brejo Madre de Deus.

Agradeço mais uma vez ao Cauí pelo convite para participação!! Não será desta vez que conhecerei este point, mas logo logo apareço por esssas bandas!!!


Contudo, meu  próximo final de semana está há algum tempo reservado para um desafio 'off climbing' -  o X TERRA da THE NORTH FACE!

 Inscrita e empolgada desde a última etapa que rolou em agosto na Costa Verde, RJ, se meu pé estiver 'nos trinques', vamu que vamu correr 18 k de headlamp e curtir mais essa aventura em Ilha Bela!
 http://www.thenorthface.com.br/blog/?p=4361


E  de volta à escalada, no início de outubro, boa parte da comunidade terá mais um belo desafio de boulder, só que desta vez na rocha...
Vém aí o SUMBA BOULDER: http://www.sumbaboulder.blogspot.com/

Confira abaixo o vídeo deste evento realizado pela  Little Up Productions... :

Sumba Boulder 2011 from Sumba Boulder on Vimeo.

Após o Sumba Boulder, no Brasa, e algumas etapas da COPA DO MUNDO de dificuldade (lead - yeah!) na Bélgica (30 e 1/out), EUA (8 e 9/out), Jordânia (20 e 21/out) e França (28 e 29/out), vale acompanhar, mesmo que de longe, mais um lugar mundial de Escalada onde acontecerá o Petzl RocTrip 2011:  GETU VALLEY, China!
 http://www.petzl.com/en/outdoor/news/events-0/2011/05/03/petzl-roc-trip-china-26-30-october-2011-getu-valley

E falando em beleza e escalada, a galera da 4 climb esteve ao lado do Felipe Dallorto em mais um point de Psicobloc, e "Oh my god", o programa no ESPORTE ESPETACULAR ficou divertidíssimo!
Confiram em: http://4climb.com.br/blog/2011/09/19/oh-my-god-escalada-no-esporte-espetacular/

Ainda sobre Psicoblocs, recebi hoje o link do vídeo completo do REDBULL PSICOBLOC no Riacho do Talhado, filmado no 1º semestre deste ano no Nordeste...
Com narração em alemão, ficou bem legal!!
Vale a pena conferir em:
http://www.youtube.com/watch?v=auF-WSz-vog&feature=share

"Por enquanto é só, pessoal!"

 Ótimas escaladas, com força, foco e perseverança a todos!

 beijo,
Janine Cardoso

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

BPO + Itamonte Climbing Festival

+ REalização da Fenda do Maluf (Extension,9b)- Visual das Águas, SP
--------------------------------------------------------------------------------

BPO - Bosque das Paredes Ocultas - é um point de escalada esportiva descoberto em 2008, pelo escalador local Rogério Juninho, situado no município de Queluz, SP, na estrada que segue para a Garganta do Registro, pertinho de Itatiaia.

E após informações sobre o estilo de escalada por ali, pesquisa e conversas sobre as opções de vias - download croqui em: http://rocktripresende.blogspot.com/2010/07/guia-de-escaladas-bpo-bosque-das.html e olho no mapa para definir a rota precisa para chegar ao local desde Sampa - , lá fomos nós, um grupo de escaladores fanáticos de Sampa, conhecer mais esse setor nacional...

E lá fui eu, empolgada no final de semana, ao lado dos escaladores:
Renato Passos (obrigada pela hospitalidade e estadia Dona Carminha :-) !!!), Edu Felício (kmon!), Frank Fukunari (super driver 'escamoso' - valeu a carona de volta!), Flávio 'Massa' (lov.u), Bizu 'Trota Mundo' (postagem bacana da escaladora Tânia falando com carinho sobre esse querido em: http://tanianamontanha.wordpress.com/), Michel Ferreira (obrigada pelas fotos, mais uma vez!) e Rafinha Takahace ('mascote' monstrinho do grupo).

Finais de semana como esse no BPO são muito valiosos, pois além de testarmos nossa força e técnica em vias esportivas desconhecidas (destaque para a Gravidade Zero, 8b com uma movimentação de crux muito peculiar, realizada por quase todos do grupo, Kmon), percorremos as redondezas contemplando a beleza da parte Alta da Serra da Mantiqueira desde a cidade de Pouso Alto, admirando as Agulhas Negras e todos os belos picos da região até a entrada do KM 15 da BR 354, de onde sai estradinha para esse point de escalada esportiva.

Fotos by Michel Ferreira

Além disso, poder escalar em lugares novos ao lado dos amigos, e ainda conhecer novas pessoas, é algo que alimenta a alma, invoca ainda mais a liberdade e ao mesmo tempo, permite um apego por momentos preciosos, como um cafézinho na base da rocha feito no fogareiro, no friozinho da montanha, antes e depois de uma bela escalada!
Isso para mim é VIDA.

Durante as idas e vindas de nossas escaladas nessa trip, passamos pela bela Itamonte, única cidade no mundo inserida em 3 Unidades de Conservação (Parque Nacional de Itatiaia, Parque Estadual da Serra do Papagaio e APA da Mantiqueira), onde na volta devorávamos nosso merecido 'PF' após o duríssimo 'trabalho' do dia!

Nossos desfrutes e realizações de escalada nesse final de semana, dentre as mais de 30 vias do BPO entre V e 9b, foram as vias Gravidade Zero (8b), 39(8b), Fala Presidente (8a), Dez Mandamentos (8b), Lapônia (7b), Tampa de Pão (7a) e Blood Head (7a).

Abaixo, Michelito na imperdível via Gravidade Zero (Foto by Massa)
Olha o beta do joelho aí, gente!!!

Abaixo, Massa e eu na Dez Mandamentos, 8a - via curta e grossa, com viradinha safada!


Após os oitavos, demos ainda alguns 'pegas' na via Aresta Vento Ventania, 9a concentrado que requer físico e dedos inteiros para atingir a cadena, sendo melhor malhar no início e não no final de trip, como viemos a descobrir, rs.

Abaixo, Renato na Aresta Vento Ventania


Destaque para o nosso caçula Rafinha, que apavorou na Aresta e por pouco não levou a cadena pra casa...
Ahhh, garoto... Exorcisando tudo &*%$*#.. rs...
Confira postagem do Juliano Magalhães falando sobre a conquista de alguns 'brinquedinhos' do BPO: http://rocktripresende.blogspot.com/2009/10/novas-vias-no-bpo.html.

De volta a Itamonte, a cidade receberá nos dias 16, 17 e 18 de setembro, um CLIMBING FESTIVAL - programação em: http://picus.com.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=37&Itemid=52

O evento tem o intuito de reunir os amantes das atividades outdoor com o tema "Venha Falar Sobre as Montanhas ", além de estimular a galera a se reunir nessa região fantástica.

As inscrições estão abertas e os participantes receberão uma camisa do evento (100 participantes), um folder/ croqui de escalada, terão direito a uma área para camping na sede do evento, além de palestras e show da banda "Merders Band" na noite de sábado e durante o campeonato de escalada no domingo. (A inscrição para participar do Desafio de boulder sobe para R$ 45,00).

O campeonato será no formato de festival, com boulders abertos pelo route setter Anderson Gouveia para as categorias infantil, juvenil, feminino livre e máster.

Informações completas em: http://www.picus.com.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=29&Itemid=49

Mais uma ótima oportunidade de mesclar escalada em rocha, encontrar novas pessoas, viajar pelas montanhas e compartilhar tudo isso com os amigos, não é mesmo?!

FENDA DO MALUF - VISUAL DAS ÁGUAS, SP
E pra fechar mais um final de semana com chave de ouro, nada como um bate volta rápido até o Visual das Águas, pra curtir o visual, sair de Sampa, sentir a rocha e conseguir realizar mais uma linha clássica na casa dos nonos.

Após 6 entradas para trabalhar sua 2ª parte, saiu a cadena da Fenda do Maluf (9b) com a pele dos dedos nova para encarar seus regletes, descansando no final da 1ª parte (8a), me encaixando super bem na entrada do crux para costurar e tocar pra cima até o final... Com motivação, cumplicidade e equipagem do Massa, ficou ainda mais fácil! Kmon!

Valeu THE NORTH FACE BRASIL, mais um ano de parceria, com muito esporte, motivação, viagens e natureza selvagem - http://www.thenorthface.com.br/2010/atletas.html

Ótimas escaladas a todos!!

beijo,
Janine Cardoso

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Que 'ares' respiram os 'campeões'?

Xeeente...

"Como un animallll".... Eis uma das expressões lançadas na hora de motivar o parceiro de escalada na hora da cadena, inspirados pelos vídeos espanhóis divertidíssimos e motivantes...

E sem dúvida, como 'uma animal' que mira um objetivo e corre atrás dele, a alpinista austríaca Gerlinde Kaltenbrunner chegou nesta terça-feira, dia 23 de agosto, ao topo do K2, segunda montanha mais alta do mundo e uma das mais difíceis também.

"Junto com a conquista do temível cume, veio para Gerlinde a satisfação de ter escalado todos os 14 cumes com mais de 8 mil metros sem oxigênio, tornando-se a primeira mulher no mundo a realizar tal feito."

Matéria completa no link do Alta Montanha: http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=3029

E com essa conquista impressionante, divago cá com meus botões: Que ares respiram essas austríacas, ó raios!?
A Gerlinde, sem dúvida, respirou ares rarefeitos por inúmeras vezes... Rsrs.. Risos sim, mas com respeito, porque é uma conquista de responsa!

Mas e as campeãs do mundo na escalada esportiva?, Angela Eiter e Anna Stohr, vencedoras em 2011, respectivamente, em dificuldade e boulder, ambas austríacas...

Os depoimentos dos austríacos afirmam que as melhores escaladoras esportivas do país costumam treinar juntas, em equipe.

Um detalhe importante e inquestionável é que Anna Stohr respira o mesmo ar que o seu namorado Kilian Fischhuber, também vencedor de diversas etapas da copa do mundo de boulder... Logo, o parâmetro que 'paira no ar' é alto para ela, então já fica mais compreensível entender como ela voa do jeito que voa nos boulderecos...

Da mesma forma, a Gerlinde acompanha seu marido Ralf Dujmovits há anos, em busca desta realização no Himalaia... Ele já tinha escalado os 14 picos e com certeza um parâmetro assim no dia-a-dia faz grande diferença!

Já a Angela Eiter, outra veterana nos pódiuns da escalada esportiva mundial, é uma mistura de leveza com experiência, calma, técnica, resistência, força, inteligência e perseverança ...

Ela respira e exala ares de recuperação e superação, e fala abertamente sobre seus receios em movimentos dinâmicos por causa de uma lesão no ombro em uma etapa da Copa do Mundo em 2008 que a manteve sem escalar por 5 meses.

Só que graças a isso, ela viu o mundo por outras perspectivas e voltou ainda mais forte, após trabalhar sua motivação, seguir a fisioterapia de maneira disciplinada e ter suporte para voltar aos treinos.

Sobre o time austríaco, a própria Angela afirma: "Nós somos um time muito bom, com bons treinadores, boas facilidades de treinamento, com ótimos médicos e fisioterapeutas. Toda estrutura é boa!... E nós somos realmente uma comunidade de escaladores."

Entrevista completa com a Angela em: http://www.ifsc-climbing.org/2011/Press_Release/press%20release%20_19_Intreview%20with%20Angela%20Eiter%20Lead%20World%20Champion%202011.pdf

Não tenho dúvidas de que somos adaptáveis a tudo e que existem campeões 'em potencial' na escalada esportiva brasileira, mas é certo que, para chegar lá, temos que respirar 'ares' parecidos aos que respiram os melhores do mundo, o que envolve apoio financeiro, emocional, organizacional e união.

Para ser um campeão, é preciso desde cedo respirar os ares de um esporte e seguir 'respirando' cada vez mais profundamente todos os aspectos inerentes a ele...

Por isso, de certa forma, me realiza participar de ações onde a escalada é introduzida de maneira didática sem tabus, como ocorreu na Adventure Sports Fair com as Oficinas de Aventura, e como passa a acontecer esta semana no Programa Aventuras Urbanas, que teve inauguração em alguns CEU´s de São Paulo neste último final de semana frio e chuvoso...

Com oficinas educativas voltadas para jovens de 15 a 29 anos, o programa do Instituto Asas em parceria com o IEE, incentivará a prática de esportes radicais e esporte adaptado.

Além de tudo, nesta oportunidade, pude estar ao lado da Ana Moser, criadora do Instituto Esporte&Educação, e vê-la com a mão na massa para que a inauguração do programa ocorresse da melhor forma possível... Foi um prazer enorme!

Abaixo, um dos convidados da festa de Inauguração do Programa, Aaron Fotheringham, em ação:

Saiba mais sobre o programa em: http://agitosp.wordpress.com/2011/08/23/programa-aventuras-urbanas-abre-640-vagas-para-a-pratica-de-esportes-radicais-nos-ceus/

Outra forma de reunir a comunidade para respirar os mesmos ares, um inspirando o outro, são os festivais e 'Opens'... (Em setembro, teremos o SP Open de Bouder - confira na postagem anterior).

Mais uma vez, mesmo com a chuvarada atormentando, o Festival de Itajubá foi uma oportunidade de reunir a tchurma, estimulando a comunidade!
E, ao que parece, no final, quem queria escalar, encontrou uma 'janela de tempo' para escalar, não é mesmo?

Dentre os feitos esportivos no festival, destaco a cadena do Fábio Muniz, na via Cabra da Peste,9c, à vista... Sacando!

Esse é o Fabinho...veterano apaixonado, dedicando sua vida toda à escalada, assim como Pita, Schen, Belê, Barão, Ralf Cortez, aff, e muitos outros que seguem 'na fé' driblando altos e baixos para seguir 'como un animal' nessa filosofia de vida!

Em breve, tô de volta a Itajubá para respirar os ares da Pedra da Piedade e resolver algumas pendências 'escalafobéticas' nesse lugar maravilhoso...

Por hora, seguem algumas fotos clicadas por lá neste mês de agosto, por Carla Formanek, registrando minha 1ª entrada na via Zica, brincando com móveis na via Fácil e estreando minha camiseta 4climb também.. hehe

Sempre com muito aprendizado, responsabilidade e diversão em cada 'estrada'!




Valeu Carlotinha!

Quero respirar ares que, vez ou outra, me tirem o fôlego e, ao mesmo tempo, exijam que eu use o corpo e a mente em busca de uma solução que me permita seguir respirando profunda e intensamente, com breves momentos de contemplação no meio disso tudo. E assim sucessivamente...

Ótimas escaladas a todos!
bj
Janine Cardoso



segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Oficinas de Aventura e Eventos de Escalada

+ Impressões das Oficinas - Adventure Sports Fair
+ AVENTURAS URBANAS - Oficinas de Escalada, Skate, Le Parkeur, Street Ball, com todas as modalidades adaptadas também
+ FESTIVAL DE ITAJUBÁ
+ SP Open de Boulder
Fotos by Carla Formanek :-)
--------------------------------------------------------------------------------
Olá amigos!

Mais uma 'Adventure Sports Fair' (ASF) aconteceu em São Paulo, movimentando a comunidade atraída e movida pela aventura, este ano com a realização das OFICINAS DE AVENTURA da Aventura&Ação, um sucesso no Pavilhão da Bienal.

Quem pôde participar de alguma forma, seja como palestrante, seja como visitante deste espaço na feira, sentiu um pouco da energia positiva que move cada aventureiro pelo mundo, seja qual for a modalidade.

Apesar do ambiente de uma 'feira' não ter nada a ver com o ambiente real pelo qual nos apaixonamos nas montanhas, mares, rios e ares, as Oficinas reuniram a cada 45 minutos apaixonados pelo tema 'aventura', que traziam ao público e a si mesmos memórias e registros de momentos mágicos vividos, semeando aqui e ali as belezas de cada esporte de natureza.

E sobre essa palavra 'aventura', tão utilizada por simplificar um sentimento comum a praticantes dos mais diversos esportes ao ar livre, abraço uma das definições que acredito RESUMÍ-LA bem, a qual incluí na minha apresentação no Adventure Congress na Feira, ao falar sobre o Cenário da Escalada Feminina no Brasil como prática de 'aventura' (+ superação + maternidade + trabalho + responsabilidade socio-ambiental e a tentativa de manter uma vida equilibrada em São Paulo):

“Aventurar-se é alguém que utilizando seus próprios meios, após um planejamento consciente, em uma data adequada, vai para
algum lugar que se quer explorar e conhecer, no qual o INCÓGNITO, a imprevisibilidade, a surpresa da descoberta, a contemplação e o aprendizado da cultura local tenham lugar. Imaginando um período de retorno, trazendo de volta o conhecimento e a experiência como um crescimento pessoal em todos os sentidos.”


Além disso, em cada apresentação das Oficinas de Aventura - palestras rápidas e técnicas sobre diversas modalidades e práticas outdoor, podíamos perceber no olhar, no sorriso, nas expressões, nas palavras, nas fotografias e imagens em geral dos 'aventureiros', todos os aspectos citados na definição acima (e muito mais!!), permitindo-nos usar a palavra referida como um manifestar verbal do que sentimos e vivemos.

Cada um de nós está em busca de aventuras na vida, e em qualquer feito, ficamos encantados com descobertas, sejam elas do tamanho e proporções que forem...

Por isso, foi um prazer enorme viver 4 dias re-descobrindo algumas pessoas que, de alguma forma, compartilhavam o mesmo sentimento que me mantém até hoje praticando escalada, levando-me mais uma vez a falar sobre a escalada esportiva ao lado dos temas:

- Fotografia de aventura com André Dib e seu olhar incrivelmente sensível, resultando em registros fotográficos de emocionar;
- Carol Emboava com seu jeitinho meigo, divertido, prático e dedicado na hora de elaborar e organizar um cardápio para camping e expedições;
- Kátia Esteves com suas revelações inspiradoras sobre peregrinações;
- Christian Fuchs trazendo de maneira leve e descontraída a canoagem oceânica rumo a paisanges divinas;
- Meu chefe, amigo, guerreiro, paraquedista e recém papai Ricardo Contel falando com paixão sobre o universo do paraquedismo;
- Claudia Faria e Gustavo Silvano emocionando com imagens e legendas que traduzem todo montanhista, envolvendo todas suas modalidades, com um relato maravilhoso sobre a conquista do Maior monolito do Brasil - Pedra da AGulha - Pancas, ES
- Filippo Croso falando sobre o trabalho de educação experencial desenvolvido em escolas, visando apresentar aos jovens, desde cedo, a filosofia de ser um montanhista
- O Léo do Haka Race falando sobre as origens das Corridas de Aventura, equipamentos necessários e realidades desta modalidade;


As oficinas, em conjunto, superaram expectativas!
De certa forma, foi uma aventura cheia de descobertas para quem organizou também... rsrs.. já que este foi o primeiro ano das Oficinas na Feira...
VALEU A TODOS!

AVENTURAS URBANAS
Com esta mesma consciência de introduzir com naturalidade os esportes de aventura à sociedade brasileira, o INSTITUTO ASAS, em co-participação com o INSTITUTO ESPORTE E EDUCAÇÃO (IEE) e a Prefeitura de São Paulo, lançará no próximo sábado, dia 20 de agosto, as Oficinas do Programa AVENTURAS URBANAS, que contará com as modalidades Escalada, Skate, Le Parkeur, Street Ball, trazendo todas essas modalidades adaptadas também.

Em São Paulo, haverão cadeiras de rodas para todos os CEU´s, onde ocorrerão as Oficinas (Cidade Dutra, Casa Blanca, Aricanduva e Pêra-Marmelo).


Confira mais informações na Comunidade do Instituto Asas no Facebook: https://www.facebook.com/institutoasas

FESTIVAL DE MONTANHA DO SUL DE MINAS - Itajubá

No mesmo final de semana, dias 19, 20 e 21 de agosto, acontece mais um FESTIVAL DE MONTANHA em ITAJUBÁ....

Quem tiver a oportunidade de estar por lá, será apresentado um novo setor de escalada na Pedra da Piedade!
O evento marcará ainda a apresentação da Pedra do Raio, novas vias do Pedrão de Pedralva e novas esportivas da Pedra do Frade.

Programação completa no site: www.cmi.org.br

Itajubá... Ai que vontade que dá de ficar por lá.. rs...
Muuuita via linda e desafiadora!
Porém, este ano, estarei presente na Inaguração do AVENTURAS URBANAS, montando desafios de boulder e prestigiando essa iniciativa em Sampa!

SP OPEN DE BOULDER

Falando em Sampa, eventos e boulder, no próximo mês vai rolar o SP OPEN DE BOULDER no dia 17 de setembro, no Memorial da América Latina.

Horários: Escolar - das 9h às 12h
Intermediário e Master- às 13 hs
As 40 primeiras inscrições receberão um Super Chalk 200gr da 4Climb!!

Mais infos em e inscrições em:> http://www.apee.com.br

É isso aí, galera...
Muita energia positiva, paz, aventura, consciência e evolução a todos nós!

Beijo e até a próxima,
Janine Cardoso

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Adventure Sports Fair 2011

Amigos,

Nos dias 11, 12, 13 e 14 de agosto, estarei na Adventure Sports Fair, com uma oficina sobre escalada esportiva para iniciantes.

Vamos bater um papo sobre equipamentos, dicas para iniciar ou melhorar no esporte e desfrutar sem tabus de tudo de bom que a escalada oferece!

Uma organização da Revista Aventura E Ação, com oficinas de diversas modalidades da aventura!
Confira a grade de horários no estande da Revista, parceira da maior feira de Aventura da América Latina, este ano de volta ao Pavilhão da Bienal do Ibirapuera.

Para mais informações acesse: http://www.adventurefair.com.br/evento.php


Na sexta feira, dia 12, estarei também no ADVENTURE CONGRESS com a Palestra: "O cenário da escalada feminina brasileira envolvendo superação e realização pessoal e profissional, maternidade, responsabilidade socio-ambiental, ações econômicas e manutenção da saúde física e mental", mais uma vez, compartilhando aspectos sobre minha jornada como atleta, profissional e mãe.

Grade de horários:
5ª feira - 16:30 h (Oficina - sala 1)
6ª feira - 15:30 h (Oficina - sala 3) / 18:00 h (Palestra- Auditório 1)
Sábado - 13:15 h (Oficina sala 1) / 17:45 (Oficina - sala 1 - com Ale Cardoso)
Domingo -14:30 (Oficina - sala 3)

Confira ainda todos os palestrantes, temas e horários do Adventure Congress em:
http://www.adventurefair.com.br/foruns.php

Nos vemos por lá!

abs,
Janine Cardoso

sábado, 23 de julho de 2011

Impressões: Campeonato Mundial 2011

11:45 pm
SHOW DE RAMON NA FINAL DO MUNDIAL DE DIFICULDADE:
O espanhól Ramon Julian confirmou o favoristismo consagrando-se CAMPEÃO DO MUNDO de escalada 2011 aqui em Arco, apavorando na via final, sendo o único a completar o desafio após um bote para a última agarra, superando Jakob Schubert e Adam Ondra. Incrível escalada, muito sólida... Há algum tempo, é um dos escaladores mais impressionantes do mundo, e um dos mais humildes também... Felicitaciones RAmonet!

--------------------------------------------------------------------------------
11:15 am
+ Resultados - Qualificatórias e Final: FEMININO DE DIFICULDADE
+ Resultados - Qualificatórias: MASCULINO DE DIFICULDADE
+ PARACLIMBING
+ Salewa ROCKMASTER AWARD 2011 goes to...
+ Troppo Belle Arco
+ Rock climbing: Massone
--------------------------------------------------------------------
Ciao!
A trip por Arco está ‘troppo bella’ como diriam os italianos, mesmo após competir em dificuldade e ficar na 69ª colocação (entre 76 mulheres) nas qualificatórias. Definitivamente, não é um resultado que traduz minha satisfação em estar por aqui.

Campeonato vai, campeonato vem e eu sempre saio pensando como é cruel entrar em duas vias alucinantes montadas com tanto cuidado e não poder tentar novamente (na fase classificatória do mundial, são sempre duas vias para cada competidor, com escalada em ‘flash’ = visualizando a escalada dos demais).

‘Preggo’! Essas são as regras de um campeonato, sem choro nem vela: ou aperta na primeira tentativa ou parte para a próxima...

E desde minha primeira competição na Europa em 1998, mantenho-me apertando conforme minhas condições de treinamento no Brasil, partindo para a próxima competição com um puta tesão sem medo de me expor ou de tentar...

Não há dúvidas que viajar é sempre um ótimo consolo após concluir a falta de preparo para os desafios internacionais de escalada se comparado com as equipes austríacas, francesas, eslovenas e por aí vai...

Ao contrário das equipes profissionais europeias que vivem por aqui, cada visita à Europa é uma disputa também contra o tempo, na ânsia de viver tudo que der nesta oportunidade em outro continente.

De qualquer forma, mais uma vez, o que derruba e continuará derrubando os atletas brasileiros antes das semi-finais é um conjunto de fatores já discutidos e dramatizados em outras postagens, de diversas formas, por diversos blogs e escaladores do Brasil.

Eu, particularmente, cansei de treinar somente indoor, principalmente nos finais de semana, e de me dedicar por conta própria tendo que arcar com parte dos custos de participações internacionais para chegar aqui e ficar no “quase”. Foi assim para mim em Munich em 2007 – “Quase”...

Só não foi assim em 2006, nas etapas de Marbella (Espanha) e Puurs (Bélgica) quando me classifiquei para as semi-finais, superando enfim o “quase”, porque na época eu contava com um patrocínio da Brasiltelecom, que me permitiu dedicação integral aos treinamentos, como se fosse realmente um trabalho.

Contudo, tal colocação na semi-final não modificou o incentivo voltado para a escalada no Brasil nos anos seguintes. Pelo contrário, o cenário regrediu no nosso país.

Graças, felizmente, ao reconhecimento da comunidade e à continuidade de minha dedicação apaixonada pelo esporte, conquistei a parceria da THE NORTH FACE BRASIL que me ajuda a estar aqui mais este ano, embora, ainda assim, eu e todos os brasileiros tenhamos que seguir com algum trabalho que toma muito mais tempo que o dedicado aos treinos, o que compromete boa parte do desempenho como atleta.

Sem foco, não há resultado a curto ou a longo prazo. E esta máxima serve também para uma associação ou entidade que represente o esporte onde os interesses e dedicação não sejam direcionados.

Por isso, o IFSC surgiu de maneira pequena, desligando-se da UIAA, começando com dificuldades também, mas seguindo um caminho firme.

Por isso, o Brasil precisa de uma mudança na condução da escalada esportiva como esporte também, seguindo o caminho natural percebido por outros países que sofreram também com a falta de especificidade. É uma questão de prioridades, sem dúvida, com muito trabalho voluntário e mais focado. Quem sabe se a escalada tornar-se esporte olímpico, algo mude para as futuras gerações.

E com este cenário até hoje, meu foco para competir naturalmente também diminuiu ainda mais e eu passei a saborear também todo universo que a escalada oferece...

Realmente tenho desfrutado da escalada em rocha no último ano e projetado minha vontade de escalar forte na rocha, onde as oportunidades de desafios e superações são infinitas e a pressão para um desempenho podem ser mais diluídas...

Enfim, para Arco Worldchampionship 2011, alguns brazucas estavam mais preparados, outros menos, mas o fato é que este é um evento absurdamente concorrido, onde todos, sem exceção, estão na pressão para superar limites...

No feminino, a Thais Makino, brasileira companheira nos perrengues das qualificatórias femininas este ano, teve a 57ª colocação em dificuldade e tem muito chão pela frente, principalmente se tiver oportunidade e estômago para encarar as dificuldades e frustrações que envolvem ser um atleta no Brasil por enquanto.

Sobre as vias do feminino, as eliminatórias ofereciam 4 vias cotadas entre 7c+/ 8a francês. Eu entrei calma na via em flash, tendo visualizado muitas outras escaladoras fazendo caretas ao longo do desafio... Contudo, como era de se esperar, não havia respiro em nenhum lance na parede negativa e meus braços tijolaram no meio da parede sem chances de recuperação...

Por alguns momentos, para mim esse foi um mundial encarado como uma despedida das participações internacionais, com bem menos especificidade que anos anteriores por estar mais voltada para escalada em rocha.

Mesmo assim, foi só experimentar uma dose de competição como esta e encarar o porre da frustração para o vício manifestar-se novamente... A escalada de competição para mim em Arco teve um gosto um pouco amargo antes de chegar até aqui por saber que eu não estava focada em vias na resina.

Ao chegar aqui, senti um êxtase ao reencontrar a comunidade mundial que venho conhecendo há quase 15 anos e parece que a energia da competição propagou-se e o tesão em competir tomou conta do corpo... O pico de energia manifestou-se e a experiência em saber o que deveria ser feito na pré-competição foi colocada em prática, consciente de que não existiria milagre: desta vez, eu iria acelerar nas duas vias até onde desse, pois sabia que não havia descanso.

Chegada a hora da competição e da fatal queda, senti uma raiva breve por querer apertar a agarra para prosseguir para o próximo lance, sem sucesso, desta vez, ainda mais claramente por falta de continuidade... Posteriormente, veio aquele gosto de ressaca, de cansaço, ombros pesados pela tensão imposta por mim mesma....
Na verdade, essa sensação é comum em qualquer um, inclusive nas finalistas que até o último minuto impõem-se uma cobrança absurda....

E, finalmente, quando nos afastamos um pouco do ‘vício’ e analisamos a situação de maneira mais racional, felizmene vem à tona a essência do esporte: “Never sad, never tired, never guilt” (vlw Fla, ajudando-me a me manter um pouco mais ‘sóbria’ neste desafio com essas palavras), pois acima de tudo, para seguir em frente, é imprescindível desfrutar.

E a certeza de que devemos desfrutar ao máximo de cada momento na escalada e na vida fica ainda mais nítida quando entramos em contato com campeões e guerreiros escaladores do PARACLIMBING... Paraplégicos, cegos, amputados sem um braço, sem as duas pernas, com deficiências físicas nas mãos, deficiências mentais, e por aí, todos escalando, emocionando os presentes neste primeiro CAMPEONATO MUNDIAL DE PARACLIMBING.

AS vias escaladas foram montadas conforme as categorias de deficiências e a performance dos participantes impressionou bastante, dando-nos a certeza de que, seja como for, é preciso correr atrás daquilo que nos preenche, usando aquilo que temos.

MASCULINO DE DIFICULDADE e ROCKMASTER AWARD 2011

No masculino de dificuldade, o Belê e o Cesinha representaram o Brasil nesta quinta-feira, 21 de julho, encarando um 8b francês nas qualificatórias, com destaque para a imponente 37ª colocação do Cesinha (entre 139 participantes e 26 semifinalistas) e a 65ª colocação para o Belê...

Foram poucos tops nas vias, incluindo a escalada mais uma vez impressionante do pequeno espanhol Ramon Julian, um dos premiados do ROCK MASTER AWARD 2011, realizado no centro de Arco também nesta quinta feira, dia 21 de julho.
Quase todos os ‘legends’ estavam presentes... Lynn Hill no palco ao lado de Legrand, Yuji Hirayama falando sobre a beleza de estar em Arco a cada ano, contando histórias de como se cobravam para treinar também, da parceria que fizeram durante o tempo de atletas para chegarem e manterem-se nas finais dos mundiais...

Através de júri formado pelas revistas de escalada de diversos países, Adam Ondra e Ramon Julian foram premiados como destaques do último ano, consagrando-se merecidamente vencedores do Salewa Awards 2011.

FINAL FEMININA

A grande FINAL FEMININA, que contava com nada mais, nada menos que 5 austríacas + a americana Sasha Digiulian, a slovena Mina Markovic e a coreana Jain Kim aconteceu nessa 6ª feira à noite, dia 22 de julho. Foi mais um dia de espetáculo aqui em Arco..
Após a coreana Jain ficar a uma agarra de completar a semi-final cotada em 8b, passando em 1º para a final, a austríaca Angela Eiter conquistou mais uma vez, com muita inteligência o título de campeã do mundo de 2011, sendo a única a superar um lance que derrubou todas as outras finalistas.

Foi realmente uma demonstração de como a experiência pode fazer a diferença quando o nível físico está equiparado.

Neste sábado, 23 de julho, acontecem as finais no masculino de dificuldade. Mais um show da escalada esportiva de alto nível para inspirar-nos!

Será uma disputa acirrada, como sempre, e estaremos desfrutando da oportunidade de acompanhar de perto a garra desses campeões...
Confira ao vivo esta noite e inspire-se em :
- www.ifsc-climbing.org
- http://www.ifsc.tv

TROPPO BELLE ARCO
Não dá pra cansar de dizer que Arco é uma cidade espetacular... É o 3º ano que visito essa ‘comuna italiana’ voltada para a prática dos esportes ao ar livre, com uma receptividade incrível, principalmente nesta época do ano onde prima muito céu azul e clima ‘caldo’.
Este é um daqueles lugares ‘sonho de consumo’ para qualquer escalador.

A cultura e a educação voltada para a qualidade de vida a base de muito esporte, muitas bikes e escalada de todos os tipos é notada em cada vila, cada comunidade, cada criança, cada família, cada olhar.

O comércio é basicamente todo voltado para escalada. Até uma das sorveterias, com o sorvete mais delicioso do mundo, possui fotos de escaladores que fizeram história decorando a parede... Sorvete esse que, para grande maioria, vem após um dia de muito movimento e suor!

Além dos esportes, os cenários que circundam a cidade e formam as outras comunas da província de Trento, com cerca de 14.500 habitantes, são absurdamente divinos... Realmente parecem cenários montados.

O Lago di Tenno, próximo a Arco, é um desbunde, visita que vale muito a pena para alguns momentos de relax, para uma nadadinha providencial, assim como a falésia de Massone há 20 minutos de caminhada da arena deste mundial - um presente dos deuses para quem curte escalada esportiva.


Croquis e infos sobre escalada por esta região em: http://macaco.softwise.it/dnn/Falesienew.aspx.
Além dos croquis expostos no link acima, Massone oferece outros setores mais difíceis como Pueblo, onde está localizada a via 'Underground' - 9a de teto alucinante (foto abaixo).

Feliz e tijolada, escrevo por aqui após dois dias belíssimos escalando nesta falésia, desfrutando e colocando muita pressão com a companhia das equipes do Peru, Equador, Chile, Estados Unidos, Suécia, Brasil e Itália (com a presença do pequeno italiano Tito de 10 anos, na 1ª foto abaixo, escalando um 8a francês).


E já que o dia está lindo, as finais masculinas são só pela noite, é para Massone que que eu vou voltar agora, para aproveitar um pouco mais da rocha italiana...

Confira ao vivo a disputa pelo título de campeão do mundo 2011 pela WebTV do IFSC, com finais iniciando pontualmente neste sábado, 23 de julho, às 17:00 hs do Brasil - http://www.ifsc.tv.

Por mais essa participação incrível ao lado da Thais Makino, do André Berezoski, César Grosso e Pedro Nicoloso este ano, agradeço à Revista AVENTURA&AÇÃO e à THE NORTH FACE BRASIL pelo apoio e parceria!

Una Belissima Arrampicatta,
Abs,
Janine

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget