Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

terça-feira, 26 de abril de 2011

Campanha para Escalada Nacional

+ Criançada na Rocha
+ Reabertura da Falésia Paraíso

Ois!

Que belo Feriadão de Páscoa, hein!
Belas escaladas levando a criançada, curtindo a paz e sol de São Bento do Sapucaí, ora na rocha, ora nas trilhas, ora à caça de ovinhos em meio ao ares de montanha... hummm... BEM BOM!

Aproveitei, claro, para realizar uma escalada terapêutica em um dos dias, e, com a paciência e integração da minha pequena na base e equipagem do Massa, saiu a via Choque Anafilático (8c)no Pilar Central e a via Comunista (8a), no Setor Comunista, à vista, ambas na Pedra da Divisa...

Depois de cansar de olhar pra cima olhando a mamãe escalar, de pintar os cenários montanhosos e de curtir a volta pela trilha de head-lamp à noite, foi valioso para a criançada curtir um dia inteiro de relax em meio às montanhas na caça aos ovinhos pré Páscoa!

No dia seguinte, mais escalada e movimento, pleeease!!!.... Só que desta vez, montei um top-rope para as pequenas na via Gripe Espanhola, no Setor Tetos da Pedra da Divisa: 7c muito bacana para movimentar o corpo nessa minha fase de 'descanso' e perfeito para as kids desenvolverem mais repertório de movimentos e se soltarem na rocha...

Delicioso assistir à evolução das meninas na parede, e perceber as soluções diferenciadas que elas encontram para progredir, considerando a altura e idade de cada uma (7,5 e 9 anos).

A Manu e a Marina mandaram muito bem na via, chegando na 4ª costura, antes da saída para o crux, deixando as mamães montanhistas orgulhosas e felizes!
Valeu Andréia pela companhia em mais essa!!!

... Vlw Fabíola Dellareti e Tonto pela vibe na pedra e pelas fotos!


O montanhismo, sem dúvida, torna os seres mais humanos, fortes, tolerantes e ao mesmo tempo mais sensíveis e unidos... Sinto isso a cada dia, e é muito bom poder transmitir e dividir isso com minha 'prole'...

Para poder desfrutar dessa beleza e filosofia de vida, é necessário um trabalho de manutenção de trilhas e vias em todos os setores de escalada no Brasil, com educação e informação da comunidade desde sempre...

Para isso, ano após ano, a CBME (Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada) em conjunto com as Federações Estaduais (e alguns montanhistas conscientes que produzem por conta própria!), fazem o possível para manter o montanhismo em evolução no Brasil, e dele fazem parte as trilhas que nos permitem escalar vias em rocha, e para alguns, aproveitar essas vias para treinar e evoluir na escalada esportiva.

Entre esses montanhistas apaixonados por evoluir na esportiva, destacam-se alguns que também gostam de desafiarem-se em competições, no Brasil e no Mundo.

Essa competição, principalmente tratando-se de eventos internacionais, mantém o nível nacional elevado, ou tenta acompanhar a evolução lá fora.

Isso acontece não só através de competições oficiais, como também, com escaladores brasileiros que realizam vias em rochas e mecas pelo mundo, mantendo também o parâmetro nacional alto nesse ponto.

Por tudo isso, a CBME lançou este ano uma CAMPANHA DE DOAÇÕES que engloba todos os caminhos do montanhismo, já que está tudo interligado.
A verba será utilizada em prol das prioridades do Órgão, que, sem dúvida, envolve também a quitação da dívida nacional com o IFSC, e a fortificação do Montanhismo Nacional como um todo, em diversas esferas (veja mais na postagem anterior).

Quem se interessar em fazer uma doação à CBME, é só acessar o link para a Campanha, que terá divulgação dos colaboradores semanalmente:
http://www.cbme.org.br/cbme/doacoes-voluntarias

"Nosso trabalho é possível graças ao empenho presencial de nossos voluntários e colaboradores, mas ele também depende dos recursos materiais que só podem ser obtidos com a sua contribuição financeira. Essa é a sua chance de contribuir para manter os nossos projetos ativos e em expansão.
Estaremos publicando semanalmente no próprio site a relação dos valores obtidos e seus respectivos doadores.
Esperamos contar com o seu apoio." (Silvério Nery - presidente da CBME)

Falando em voluntários, em consciência e contribuições para a Escalada Nacional, a Falésia do Paraíso foi reaberta com algumas novas regras para a escalada. Lembre-se que você estará entrando em mais uma propriedade particular e confira matéria em: http://espn.estadao.com.br/eliseufrechou/post/188328_FALESIA+PARAISO+E+REABERTA+COM+NOVAS+REGRAS+PARA+ESCALADA

Enquanto isso, seguimos administrando nossas riquezas pessoais, cada um na sua, buscando nos doar à família, trabalho, amor, amigos, treinos e adversidades!

Por me ajudarem nesse caminho esse ano, agradeço à THE NORTH FACE, 4CLIMB, CASA DE PEDRA, 90 GRAUS, REVISTA AVENTURA&AÇÃO, GO OUTSIDE e a todos os companheiros de escalada e treinos, que assim como eu, buscam praticar a escalada com consciência, respeito e pureza.

Ótimas realizações a todos nós...

beijo,
Janine Cardoso

quarta-feira, 13 de abril de 2011

+ Filosofia da escalada abrindo a temporada...

+ Parceira 4 climb
+ Entrevista com presidente da CBME sobre bloqueio à equipe nacional

+ Abertura da Temporada de Montanhismo de São Paulo
+ Abertura da Temporada de Montanhismo do Rio de Janeiro
--------------------------------------------------------------------

E aí galera!

O dia do meu niver passou, com pouca escalada por causa da chuvona que nos pegou de surpresa na Pedra da Divisa no sábado...

Já esperando uma água do céu, levei minha barraca pra base das vias pra ver se segurava a onda da filhota, que sempre curtiu a 'cabaninha' na floresta no lugar daquelas que já me aventurei a fazer em casa, na cidade, com cobertores...rsrs...

Mas o chuvaréo foi 'brabo' e rendeu apenas um peguinha na via Berne, que, diga-se de passagem, já tá mais pra um 9b do que 9a, com as agarras que se quebraram, com o 'adendo' que mais uma agarra quebrou-se durante nossas escaladinhas por lá...

Sorte que a filhota tá sempre longe da reta da chuva de pedra... Vale o alerta pra quem levar os kids pra base da pedra e nunca deixá-los em baixo de uma via que está sendo escalada... Perigo até pros adultos, mesmo porque, além de pedras soltas, pode cair alguma peça como costura, freio, etc...

Bom... Como não rolou muito climb no final de semana, e fiquei mais no vinho comemorativo da cadena do 3.7, a semana começou no desejo intenso de apertar, e, em meio a trabalho e compromissos de mãe, o treininho indoor foi bem gostoso pra aliviar a tensão!

A motivação segue em alta, primeiro porque eu amo escalar, mas também, porque sempre tem alguma coisa legal pra realizar... seja na rocha, seja em uma trip de competição, seja uma via indoor no ginásio com os amigos, seja um bouldereco...

E, pra completar, a mente fica levinha após umas duas horas focada no treino, não é mesmo!?

Para me motivar e estimular a comunidade a escalar cada vez mais, este mês fechei mais um apoio bacana com uma galera pra lá de alto astral, também totalmente alucinados pela escalada e por essa filosofia:
Pra falar a verdade, eu nem sabia direito do que se tratava a marca, mas só de saber que era formada por um grupo pró ativo 'sangue bom' que quer ver o esporte evoluir com união, eu já fiquei feliz em participar!

Melhor ainda em saber que, de quebra, teria um magnésio de qualidade pra implementar minhas escaladas...Super vibe!
VAleu 4climb: http://4climb.com.br/blog/2011/03/29/janine-cardoso-destaque-em-2011/

EStaremos juntos no DIA D, escalando em algum canto desse país, quiçá para alguns brasileiros, em algum canto desse mundão...

Felizmente a rocha tem 'me arrebatado' nesse início de 2011, pois assim tem sido mais fácil lidar com o problemas deste ano para competir no mundial, coisa que eu e outros atletas ainda temos esperanças de realizar se rolar patrocínios até o início de maio que ajudem a CBME a quitar a dívida com o IFSC... ou se a entidade internacional se der conta que muitos países realmente estarão fora por falta de condições financeiras.

Nosso presidente Silvério Nery explica todo o processo e problema nesta entrevista divulgada no site Alta Montanha: http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=2850

Nessa 'fogueira' toda, a dívida pode ser quitada até o mês de São João, ou seja, até nossa participação no Campeonato Mundial em julho, na cidade de Arco, Itália.

Contudo, as incrições dos atletas interessados deve ser realizada até o dia 15 de maio: http://www.ifsc-climbing.org/2011/11_WM_AR.pdf

Conseguir parcerias para a equipe brasileira em cima da hora é 'osso' mais duro de roer do que aqueles que roí na eliminação do hipertensão... rsrs... já que as empresas possuem planos de Mídia...

Eu diria que um apoio assim é tão inesperado quanto encontrar uns filés de carne suculentos no meio de umas carcaças... Mas enfim... A gente faz o que pode!...

Neste caso, o valor aproximado que desbloquearia a CBME junto ao IFSC, viablizando a participação da equipe brasileira no Campeonato mundial é de EU 2400, 00.

A parceria viabilizaria a participação dos atletas da equipe brasileira que deve contar com:
Anderson Gouveia
André Berezóski
Cesar Grosso
Caio Gomes
Felipe Camargo
Jean Ouriques
Janine Cardoso
Thais Makino

(Citados acima os atletas que, até então, manifestaram-se interessados em participar do Mundial.)

Enquanto a situação não se resolve, pensamos no futuro...

Eu tendo a pensar em uma independência maior da escalada esportiva de competição, como ocorreu com o IFSC há alguns anos atrás, ou seja... o montanhismo como um todo é um tesão e, em muitos momentos, chega a ser uma religião para um atleta também...

Porém, ao falar de competição, sem dúvida, estamos focados em performance esportiva, estamos realmente falando de algo como "estádios que satisfazem uma ambição esportiva", o que vai contra a 'filosofia' de muitos montanhistas...

Logo, obviamente, estes montanhistas não querem ceder seu dinheirinho conquistado à duras penas em pró da paixão de atletas na hora de contribuir para qualquer clube ou associação... Querem seu investimento aplicado em outras coisas... Mais do que ocmpreensível...

Sendo assim, fica claro que é preciso uma entidade à parte que cuide dos interesses dos atletas dentro da Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada.
Como fazer isso, quem, quando, onde?, é algo para se analisar, conversar, decidir oficialmente e, aos poucos, organizar o esporte.

Fico feliz em fazer parte dessa evolução esportiva de alguma forma, e com certeza não deixo minha paixão pelo montanhismo puro e filosófico de lado...

Foi justamente esse encanto enorme pela filosofia do montanhismo, desde meus 5 anos de idade, que me lançou na escalada esportiva, e acredito que me manterei cada vez mais voltada para lá quando meus dedos e articulações estiverem podres de tanto fazer força, buscando superar os limites físicos...

Contudo, eu não vejo essa hora ainda... Talvez ela me pegue de surpresa com alguma lesão... talvez algo novo e inesperado me leve a esse caminho...
Sabe-se lá o que o destino nos reserva...

Por hora, vivo meu presente de treinos com paixão e entrega, e uma boa dose de disciplina, tentando fazer minha parte...

Bom... Filosofia e vinho argentino estão ótimos (fica a dica do Fantelli, Malbec com custo-benefício ótimo para o jantar do dia-a dia!), mas me despeço lembrando do dia D, no dia 1º de maio.... DIA de ESCALADA (ver postagem anterior)...

Fica a indicação ainda, para quem estiver por Sampa, da Abertura da Temporada de Montanhismo 2011, que vai rolar no dia 14 de maio, a partir das 10 hs, no Parque Estadual do Jaraguá, em São Paulo:

- Oficinas de Técnicas de Escalada (gratuitas e abertas a todos os interessados, com incrições no local a partira das 9:30h)
- palestras de mínimo impacto e mulheres na montanha a partir das 12:30hs
- filmes de montanha a partir das 15hs, com circuito de Slackline e sorteio de brindes rolando solto durante o evento!

e no Rio também tem festa!!!
Por lá, a Comemoração da Abertura da Temporada rola no dia 1 de maio, das 9 às 17 hs, na Praia Vermelha (Praça General Tibúrcio)...


Por enquanto é só pessoal... Os próximos meses reservam muito mais!!

Força a todos, muita escalada, oportunidades, paz, saúde e boas vibrações, sempre!

beijo,

Janine Cardoso

terça-feira, 5 de abril de 2011

Corujices e DIA D

+ Irmã Coruja
+ Fechando o Setor Corujas, Pedra da Divisa
+ Bloqueio do IFSC para participações oficiais
+ Dia D
+ Respeito às Regras Regionais na Escalada em Rocha

---------------------------------------------------------------------------------

Olás!

O início de abril marca meu aniversário e do meu querido irmão, Alê Cardoso, além de muitos outros amigos escaladores que admiro muito como Eliseu Frechou, Belê, Aleta Nunes, Geraldo Tite... e por aí vai...
Parabéns a nós, que, aos poucos, aprendemos a racionalizar diante do impulso de nos movermos por pura paixão....

Por isso, quero fazer uma homenagem àquele que me apresentou a escalada há 17 anos atrás, e consequentemente me colocou diante de tantos amigos da escalada apaixonados por esse esporte maravilhoso: Meu irmão Ale!

Entre altos e baixos na escalada, com longos tempos ‘off’ devido à ondas de trabalhos e estudos intensos, vira e mexe ele dá o ar da graça em alguma parede, sempre com muitas histórias pra contar, e louco pra escalar....

Só que aí, nessa gana por apertar, as lesões são implacáveis ... É fato que a gente sempre quer desempenhar a mesma performance que teve um dia na escalada, mas é impossível para o corpo segurar essa bronca só com técnica e experiência...

Mesmo para os mais fortes, é essencial o treino de base para fortificar tendões e musculatura específica!!
Difícil colocar isso na cabeça de um ariano com suas impulsividades... rsrs... eu sei bem...
Mas a paixão pela escalada, de alguma forma, é expressada por este artista plástico que nos últimos meses nos presenteou com alguns cliques incríveis!
Confira alguns abaixo:



Crenças e Corujices à parte, após todos esses anos de escalada, sigo menos impulsiva e mais pensante, pois a vida é um aprendizado que nunca cessa...

Em contra-partida, aplico muito mais 'impulso' em diversos movimentos da escalada, tendo conquistado mais explosão em lances de potência que antes pareciam impossíveis de alcançar...

Graças a esse amadurecimento, após me superar na CRENÇA (9c) na Falésia dos Olhos, realizei nesse início de abril a última via hard que faltava no setor CORUJAS, da PEDRA DA DIVISA, também em São Bento do Sapucaí: a NAPALM, 9a.

Na sequência, após a cadena do meu companheiro Massa, escalei novamente a Inércia, 9B, via muito completa, assim como a maioria desse setor!
http://www.escaladabrasil.com/osite/modules.php?name=News&file=article&sid=887
VAleu demais aos conquistadores pelo trabalho até hoje desenvolvido em pró do esporte: http://altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=1413

Não me canso de 'babar' nesta parede do setor Corujas...
É uma formação muito show, bem negativa, atlética, mesclando força e resistência, com um visual incrível, mesmo debaixo de névoa e chuva, como foi o cenário dessa nossa última visita por lá.

Confirmei que é realmente possível escalar com chuva neste setor... Porém, se a chuva estiver contra a parede, a situação complica, principalmente para o segurança (né Marcão!, rs).

Com chuva por tempo prolongado, a tendência é a água escorrer do topo da parede, e ir babando as vias também... De qualquer forma, fica a dica, mais uma vez, de um lugar que merece a repetição de todas as linhas!

Partindo para um outro tema, tratando-se ainda de inércia e de ações por impulso, eu estava controlando a minha impulsividade aguardando para divulgar uma notícia lamentável até que ela se torne definitiva para este ano...

Nessas horas, lembro muito do querido Bernardo Collares, que além de ser um apaixonado pelo montanhsimo, era sempre discreto e cauteloso com tais procedimentos de divulgação...

Contudo, como a notícia foi divulgada em algumas mídias institucionais e sites, com ‘ares de definitiva’, lamento pela tal que parece abalar a participação nacional no campeonato mundial de escalada 2011 que ocorrerá em julho na Itália, assim como em qualquer competição internacional oficial de escalada:
http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=2845

A situação gerada por problemas burocrático/ financeiros entre Confederação Brasileira de Montanhismo e Ecaladada (CBME) e Federação Internacional de Escalada (IFSC) não surgiu como um empecilho somente este ano.

No ano passado, o IFSC manifestou a intenção de proibição diante das dívidas de países em desenvolvimento, mas ‘perdoou’ a dívida entendendo que a modalidade e entidades que a regem ainda estão em desenvolvimento e evolução para acompanhar a cobrança internacional. Vejam que esse 'perdoar' envolve muita conversa conduzida de maneira educada e profissional entre as partes cabíveis.

Além disso, até então, era de interesse do IFSC que a maior parte de países do Globo participassem dos Campeonatos Mundiais de Escalada, para cumprir uma das exigências do COI (Comitê Olímpico Internacional) que exige um número X de participantes para que uma modalidade se torne olímpica.

Por esta razão, não me soou definitiva a notícia do bloqueio dos 40 países devedores, pois acompanhando a lógica do processo de anos de trabalho, isso parece comprometer o cumprimento do total de países participantes para compôr o cenário exigido...

Sem dúvida, não é fácil ser atleta no Brasil...
Mas ainda assim, é muito bom ser ESCALADOR!
Temos muita rocha pelo Brasil e pelo mundo.

Sem dúvida, a Confederação Nacional faz o que pode para dar continuidade ao sonho de muitos atletas, tendo viabilizado a participação nacional em muitos mundiais, durante muitos anos, mas é preciso reconhecimento da parte da comunidade e, é claro, de empresas tornando-se parceiras da Confederação.

"É... situação muito difícil... Não há esporte forte sem instiuições fortes. Não há instiuições fortes sem associados. Logo, se não há associados não há esporte organizado." (André Dex, via FB)

"É por aí Dex. Temos hoje no Brasil (CBME), apenas 1450 (aproximadamente) sócios pagantes, incluindo todos os clubes e Federações. A grande maioria dos escaladores e montanhistas não se dispõe a pagar uma pequena anuidade de clube. Uma pena." (Silvério Nery, via FB)

Contudo, a realidade nacional atual realmente abala a modalidade de escalada de competição...
Mas não abala a escalada esportiva se praticada com ética e respeito nas falésias nacionais e internacionais.

E isso fica ainda mais fácil quando a comunidade se une em pró de uma causa, incluindo todo e qualquer tipo de mídia envolvida.

Visando incentivar e motivar as pessoas a escalarem nas diversas regiões do Brasil de uma forma que eu me identifico, o DIA D surge como um movimento nacional no dia 1º de maio em prol da escalada, para tentar ajudar a tornar a escalada um esporte mais reconhecido.
Saiba mais em:
http://4climb.com.br/blog/?p=618

Seguindo essa vibe, percebemos que são muitos os escaladores que estão produzindo e evoluindo na rocha, pelo Brasil e pelo mundo, competindo ou não... http://www.8a.nu/

Com respeito às normas de cada setor, muitas vezes localizados em propriedades privadas, seguimos escalando com energia positiva e buscando fazer a nossa parte com consciência!

Hoje, diversos sites e blogs na Internet, mantidos por apaixonados e pró ativos na escalada, disponibilizam regras e cuidados específicos para cada região e setores de escalada.

Sendo assim, acione o famoso Google, etc, consulte a região a escalar, conheça e siga a conduta indicada, adquira seu croqui e desfrute desse esporte que não tem idade!

E falando em idade e escalada na Itália...

Bruno Detassis from ItalianTREK.com on Vimeo.



Beijo e ótimas escaladas a todos nós!
Janine Cardoso

... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget