Bem-Vindos! Welcome!

Este é um espaço com impressões sobre montanhismo, escalada, performance esportiva, qualidade de vida, educação, viagens e outras paixões que, desde muito cedo, alimentam minha alma.

Aqui, apresento de forma descontraída, vivências e conquistas, curiosidades e bobagens. Obrigada pela visita!

Contato profissional para:
- Consultoria e Treinamento para Escalada Esportiva
- Modelo / Dublê de Escalada
- Jornalista Esportiva
email: janinefmcardoso@gmail.com


"Diga-me e eu esquecerei. Mostre-me e me lembrarei. Envolva-me e eu compreenderei." (Confúcio)

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

'Humildade no Ar' e 'Influenza' - 10a´s na Semana da Virada, Corupá, SC, Brasil


Passagem de ano, para muitos, serve como momento de maior reflexão, de balanço, de renovações,  e também como oportunidade para viajar e ampliar horizontes...

Nesse processo, o desejo de conhecer lugares diferentes e enfrentar novos desafios nos move de lá para cá, buscando viver de forma 'autêntica' e desfrutar intensamente de oportunidades, como viagens que possibilitem pelo menos 1 semana 'off-labuta' ... E um VIVA às férias coletivas, não é mesmo!? rs...

A autenticidade está, com toda certeza, em seguir a trilha que o próprio coração indica, seja repetindo um caminho, seja buscando o desconhecido...
Vale tudo se for verdadeiro!

No meu caso,  a passagem para 2014 tinha dois destinos possíveis, que me deixaram um pouco dividida até a última hora:
1º:  rumar para um destino de escalada que ainda não conheço na Chapada Diamantina ... (Oxi!, por pouco não fui escalar em Igatu, finalmente, o lado das escaladoras Camila Caggiano e Nereida Rezende.. :-))  
OU
2º: voltar para o incrível conglomerado de Corupá/ São Bento do Sul (SC),  para enfrentar mais alguns desafios esportivos no paredão principal do Parque Natural do Braço Esquerdo, e estar  ao lado de amigos que também estariam por lá. 

Em meio a reflexões,   lembrei de uma frase que certa vez folheei em um livro do Schopenhauer em uma livraria: "No fundo, apenas os pensamentos próprios são verdadeiros e têm vida, pois somente eles são entendidos de modo autêntico e completo."


Livre de qualquer 'interferência externa' ou pressa para viver o desconhecido, o tum tum tum no peito bateu forte por Corupá novamente...

Para lá voei então, vivendo 9 dias de imersão na pureza da escalada esportiva, ao lado de máster brothers como:
Gabriel Jansen, Massa, o irmanito Ale Cardoso, Felipinho 'Regletinho',  Lucas 'Garrinha',  Thiago 'Rasta', Francine Gomes, Sueli Machado, Wagner Borges, Sandra Nakamatsu, Michel Ferreira, Vinicius 'Cotô,  e muitos outros fanáticos que fizeram parte da beleza desses dias por lá. 

Já o bonde para a Chapada, oxalá deva acontecer logo!
Coincidência ou não, conheci em Corupá a escaladora baiana moradora de Lençóis - Luan Krug - altíssima vibe, pegando novos betas para programarmos uma trip rumo às escaladas da região.

By the way,  nesse próximo final de semana de janeiro acontece o Festival de Escalada em Igatu .
Mais infos em: http://4climb.com.br/blog/2014/01/08/iio-festival-de-escalada-igatuboulder-acontece-neste-fim-de-semana-ba/.

Aproveitem e  confiram também a postagem sobre Escaladas em Igatu  no blog do Eliseu Frechou, que passou esse reveillon 2014 por lá: http://www.espn.com.br/post/380404_escalando-em-igatu-chapada-diamantina-i.

Enquanto isso, lááá no sul, o  setor de escalada 'Braço Esquerdo' nos abraçava com tudo que tinha direito.. calor, mosquitos, cachouxs, amigos, encontros, desafios e realizações :-)
De fato, foi palco de muitas emoções na busca por suadas cadenas!

E bota suada nisso...
O clima por lá estava ainda mais quente do que na minha primeira visita a Corupá em fevereiro de 2013 - chegando a 40º em alguns dias, com bastante umidade no ar.

Entre 'calorosas' escaladas  no paredão principal e muitos banhos de cachoeira nessa semana de férias,  consegui realizar meu projeto de trip já no dia 31 de dezembro - a cadena da via INFLUENZA, 10a (FFA). 

Após 2 dias, a paranaense Janaína Xavier também realizou a via e, por muito pouco, a também paranaense Francine Gomes  não mandou a cadena nessa trip, caindo nos últimos lances molhados.  Certeza que vai rolar!
A mulherada no Brasil está fazendo bonito, realmente, e o setor do Parque Braço Esquerdo ainda promete muitas emoções...

Hoje soube, inclusive,  que a escaladora carioca Lu Di Franco, que está morando em Rodellar nos últimos anos, realizou essa semana a via Vaca Loca na Barrinha, graduada em 10b. 
Taí mais uma via que quero conhecer, assim como tantas outras vias nesse setor no Rio de Janeiro. 
A evolução não pára!

Sobre a Influenza, refleti sobre sua graduação, após realizar a via na 3ª entrada da trip. Comparei com outras linhas de 9c e 10a desse estilo no Brasil e achei que  o grau está ok.

Se comparada, por exemplo,  à Seixo-no-ia e à Heróis da Resistência - graduadas em 9c,  a Influenza é mais difícil. É uma via acessível para pessoas experientes que malham 10a e conseguem administrar bem lances de continuidade com alguns descansos. 

                                         (Foto por Simony Blanco)

De qualquer forma, ainda lembro bem de seus lances espetaculares, de toda sua complexidade, de cada descanso conquistado e a conclusão é de que esta é mais uma via soberba  no Brasil que merece muito ser escalada...

De cabeça feita com essa cadena no último dia de 2013, confesso que  no 1º dia de 2014 já estava com meus pensamentos buscando um novo desafio naquele paredão, para aproveitar os dias restantes de escalada da trip...
Afinal, a escalada não pode parar!

Pensei em começar a malhar um dos 10b´s - ou a Skawurska ou a Perdeu Playboy. 
Porém, com pouco tempo de viagem, decidi focar em algo mais viável para tentar realizar em 2 dias de trabalho: a via 'HUMILDADE NO AR' -  outro 10a.

Aliás, antes de falar sobre minha experiência nessa via, deixo registrado o PARABÉNS ao seu conquistador - José Luiz KAVAMURA: Que  linha espetacular, man!!!

Esse nome é fantástico, pois envolve a poesia inerente à palavra 'humildade' e, ao mesmo tempo,  nos remete à realidade do clima local em muitos dias - com muita umidade no ar!  rs

A primeira parte da 'Humildade' é  um 7b lindo até a base do boulderzão - crux que já eleva a dificuldade da via para  9c, sem contar o final que firma o 10a. 

Na 1ª entrada na via, senti que podia rolar a cadena rapidamente, mas precisaria de pelo menos um dia de descanso para tentar no último dia de trip. 

Felizmente, na 2ª entrada,  não havia muita umidade no ar e o clima estava mais fresco ... 
Pude então focar bem  no trabalho da sequência do boulder sem suar tanto,  perceber melhor o tipo de continuidade que ela requer na cadena e afinar  melhor os detalhes dos movimentos finais da via. 

No 2º dia de trabalho da 'Humildade' e último dia desta trip, entrei para a cadena totalmente entregue a cada lance e a conexão aconteceu perfeitamente até o fim. 
'Mágico'!

Para mim, realizar dois 10a´s em 5 dias nessa passagem para 2014 foi motivante, já que penso em participar mais uma vez do Campeonato Mundial de dificuldade, que este ano acontecerá na Espanha  (com vias eliminatórias que devem ficar entre 9c/10a em flash).

Considerando que este ano completo meus 40tinha, se der para participar (o Brasil está desfiliado do IFSC e talvez não possa competir nos mundiais este ano) e  ficar entre as 40 primeiras colocadas, já está ótimo...  rs...
(Os Campeonatos Mundiais de Escalada costumam contar com cerca de 80 atletas em cada categoria). 

Se não formos liberados para participar, o foco vai pra rocha e vamo q vamo!

De qualquer forma, até o 2º semestre, terei  tempo de tentar aprimorar minha força-resistência para escalar duro em flash,  paralelamente  aos trabalhos em Sampa e aos cuidados com minha filhota , e aproveitar a escalada rocha em alguns finais de semana.

Nesse campo profissional, produzi dois textos para as últimas edições da revista Go Outside:
-  a matéria 'Amor acima de tudo' na edição de novembro - sobre um casal americano que está tentando escalar as 50 mais clássicas linhas da América do Norte;
- e a entrevista para a edição de dezembro/janeiro com a escaladora eslovena 'Mina Markovic', que, em 2013,  consagrou-se tri-campeã mundial no overall de escalada esportiva. 


O contato com essa atleta foi especial, não só pelo resultado da entrevista, como pela oportunidade de perceber melhor o calor e a sensibilidade de uma campeã com tantas conquistas, oriunda de um país do leste europeu. 

Para finalizar, mando um obrigadão ao escalador Gabriel Jansen pela receptividade e vibe em su casa em Corupá, e à toda galera presente no Braço Esquerdo pela positividade nesse início de ano...
 Foi INCRÍVEL!!!

Confira postagem completa do escalador Daniel Casas sobre esta virada em Corupax no blog: http://ecosdamontanha.blogspot.com.br/2014/01/virada-corupax.html
Valeu a vibe, mais uma vez, man!

Lembrando ainda que,em abril, acontece também em Corupá a comemoração anual da 4climb, dos dias 18 a 21 de abril...
Taí mais uma oportunidade de apertar esse conglomerado, na mais alta vibração positiva!


Obrigada à La SPORTIVA Brasil pela parceria também em 2014, após  20 anos de climbing non-stop, me ajudando a manter a paixão cada vez mais em alta.

Aproveito para destacar  alguns produtos TOP La Sportiva que têm me acompanhado na montanha e na rocha,  como a confortabilíssima bota de Gore-tex-  modelo BOULDER X MID GTX,  hiper aderente!,  e a sapatilha SOLUTION, que dispensa muitos comentários...

 Abaixo, usando o calcanhar perfeito da Solution - La Sportiva, no boulder "Tempo de Violência" (sugestão V9), no bloco da Ana Chata/Baú  -
Foto por Alexandre Cardoso




(Acima, bota de Gore-tex La Sportiva - aderência sensacional)

Parabéns especial a alguns guerreiros que pude acompanhar de perto nesta semana no setor de escalada Braço Esquerdo:

Massa pela cadena da via Seixo-no-ia;  Garrinha pela Skawurska; Felipinho Ho pela Pedra Lascada e evolução na Super Paust; Ale irmanito pela gana na Humildade;  Gabz pela Perdeu Playboy; Andre Maeoka pela cadena de 2ª entrada na Seixo-no-ia;Thiago Rasta pela cadena na Pedra Lascada; Fran pela Boca Mordendo; Jana pela Influenza; , Lola pela Legumes Flutuantes; e tantos outras cadenas e labutas emocionantes na rocha por lá nessa passagem de ano!


Abaixo, Garrinha malhando a  via 'Menino Bang Bang' - 10 c 
            (Foto por Vinicius Attuy)
  

















  Abaixo, Massa na cadena da  maravilhosa via Seixo-no-ia, 9c
               (Foto por Lucas Trotta `Garrinha')
             
  
   
Acima, Fran Gomes na Pedra Lascada-9a  (Foto: Vinicius Attuy)

 
   Acima, Felipe 'Regletinho' Ho na via
  Super Paust - 10a / Foto por Vinicius Attuy         
                  
Para sonorizar esse início de 2014, escolhi uma música que, acima de tudo, me remete ao que tenho vivido e sentido em minhas vivências na rocha, e ao mesmo tempo embala um sentimento de igualdade...


 Seja qual for o lance a ser superado, que seja enfrentado com gana e humildade... Isso sim é ser Top Rankin!

Feliz 2014 a todos e até a próxima!


... "Superfície azul do céu, asas em curva de dores, Fernão Capelo levanta e voa, porque voar é importante, mais que comer e viver.

Caro é pensar diferente, viver em infinitos, voar dias inteiros só aprendendo a voar. Gaivota que se preza tem de sentir as estrelas, analisar paraísos, conquistar múltiplos espaços.

Gaivota que se preza precisa buscar perfeição. Importante é olhar de frente, em uma, em dez, cem mil vidas.

... nada é limite: voa, treina, aprende, paira sobre o comum do viver.

Se o destino é o infinito, o caminho é nas alturas!"

(Fernão Capelo Gaivota)

------------------------------------------------------

"Time stand still... I'm not looking back, but I want to look around me now, see more of the people and the places that surround me now...Time stand still...Freeze this moment a little bit longer, Make each sensation a little bit stronger, Experience slips away...The innocence slips away..."

(Rush and Climbing - since 1993)

Ocorreu um erro neste gadget